LocalSlider

Câmara nega abate de árvores em Cortegaça

A Câmara Municipal de Ovar garante que não foram abatidas árvores no âmbito do projecto e das opções urbanísticas efectuadas na obra de Remodelação do Largo do Campo, da Rua Olívia e Florindo Cantinho e da Rua dos Carris, em Cortegaça.

“Foram transplantadas para a zona envolvente à Igreja Matriz de Cortegaça, junto ao Rio, mantendo-se no território da freguesia”, garante a Edilidade, justificando perante dúvidas que se levantaram, que a realização da obra, a deslocação de máquinas e a colocação das infraestruturas, nomeadamente no subsolo, não era compatível com a existência de árvores – plátanos com a dimensão das existentes, as quais já haviam provocado vários danos nos passeios e nos arruamentos envolventes.

O presidente da Câmara Municipal frisa: “Não será “abatido” nenhum plátano centenário, nem sairá nenhum plátano centenário de Cortegaça”. Pelo contrário, garante Salvador Malheiro, “esta obra vai conduzir a um maior número de árvores plantadas em Cortegaça”.

O objectivo da intervenção, lembra a Edilidade, é “requalificar urbanisticamente o espaço público, nomeadamente o Largo do Campo e zona envolvente, onde existem dois equipamentos de uso público, o Centro de Saúde – USF Laços e o Lar de idosos “Olívia e Florindo Cantinho”, proporcionado as condições físicas para a utilização e fruição intergeracional do espaço”.

O projecto prevê que o piso seja sobrelevado e nivelado, para aumentar as condições de segurança dos utentes, eliminando obstáculos provocados por quotas diversas no pavimento, o perfil dos arruamentos foi corrigido, foram projetados mais lugares de estacionamento e planeada a plantação de árvores ao longo de todo o espaço objecto de intervenção, aliás, em maior número do que as existentes até à data.

Os materiais escolhidos são de qualidade e está prevista a instalação de um parque infantil que irá servir toda a população residente e utente dos serviços envolventes. A dimensão do Largo propriamente dito irá aumentar e, em contrapartida, irá diminuir a dimensão das vias de acesso para trânsito automóvel, privilegiando-se o peão, os cidadãos com mobilidade reduzida e requalificando-se este espaço central da Freguesia.

A Câmara Municipal de Ovar informa que tem o projecto à disposição para consulta de todos os interessados e tem fiscalização técnica no local, que está a acompanhar a obra e que também poderá esclarecer qualquer dúvida.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta