LocalSlider

Cauteleiro detido por violar confinamento

Um cauteleiro de 66 anos foi detido em Ovar por, após repetidos avisos das autoridades, vender jogos na rua, infringindo o dever de recolhimento domiciliário imposto pelo estado de emergência nacional devido à Covid-19, revelou esta quarta-feira a PSP.

O caso deu-se na segunda-feira e, segundo o comando distrital de Aveiro da PSP, envolve um residente local que “já havia sido alertado diversas vezes” por estar a desrespeitar as regras de segurança determinadas pela Autoridade de Saúde, incorrendo assim no crime de desobediência.

“O indivíduo foi interceptado numa rua de Ovar a vender títulos de jogo de fortuna ou azar”, entre os quais cautelas e raspadinhas, actividade que não está prevista no artigo 6.º do Decreto 2-C/2020, de 17 de abril, que determina quais as excepções permitidas para a circulação de pessoas na via pública.

Segundo a PSP, o indivíduo em causa foi acompanhado pelos agentes até ao seu domicílio e, conforme as orientações da Procuradoria-Geral da República, “deverá comparecer em tribunal quando for notificado“.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta