Covid-19

Certificado digital passa a ter validade de nove meses

A partir desta terça-feira o certificado de vacinação passa a ter validade de nove meses. O Certificado Digital COVID-19 da União Europeia passa a ter esta validade oficial para viagens dentro do espaço comunitário.

Mas há mais novidades! O certificado digital passa também a incluir informação sobre doses de reforço da vacina.

O Certificado Digital COVID da UE é um documento digital que constitui prova de que uma pessoa:

  • foi vacinada contra a COVID-19, OU
  • recebeu um resultado negativo num teste, OU
  • recuperou da COVID-19

A partir de amanhã o certificado digital passa a ter mais validade e passa também a ter informação sobre as doses de reforço da vacina. Os Estados-membros devem aceitar certificados de vacinação por um período de 270 dias após a segunda vacina de duas doses ou de uma, no caso de dose única.

Atualmente essa informação pode ser consultada na secção Vacinas, também da app do SNS. A informação sobre os novos dados do certificado foi publicado pela Comissão Europeia, em comunicado:

A partir de amanhã [terça-feira, dia 1 de fevereiro] começam a aplicar-se as novas regras sobre um período padrão de aceitação de 270 dias para os Certificados Digitais COVID-19 da UE, na vertente da vacinação, utilizados para viagens dentro da UE.

Em Portugal o Governo exige atualmente a apresentação de um teste negativo à COVID-19 (seja PCR ou de antigénio) para efeitos de viagens áreas dentro da UE. No entanto, de acordo com  as recomendações de Bruxelas, será necessário rever as restrições.

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo