Covid-19

Ciclo de Tertúlias” da JS de Ovar

A concelhia de Ovar da Juventude Socialista, empenhada na promoção da cidadania da comunidade ovarense, iniciou o “Ciclo de Tertúlias: Conversas à Esquerda”, que pretende dinamizar momentos de reflexão e debate ideológico junto da sociedade do concelho.

A primeira tertúlia decorreu, recentemente, na sede da JS de Ovar, com a participação do Secretário-Geral da Juventude Socialista, João Torres, como orador convidado. Em debate esteve a proposta intitulada ‘salários justos’, que foi apresentada no debate político nacional, pela JS, em torno da limitação proporcional de salários.

A iniciativa ‘salários justos’ decorre de uma proposta referendada na Suíça, no passado mês de Novembro, e pretende corrigir as desigualdades sociais introduzindo uma limitação proporcional dos salários dos gestores e administradores das empresas, públicas ou privadas, em relação aos salários mais baixos praticados nessas mesmas empresas.

Esta proposta pretende introduzir um rácio que permita limitar as diferenças salariais e, assim, contribuir para que “a nossa sociedade tenha mais justiça social”.
Note-se que a Juventude Socialista irá, brevemente, apresentar esta proposta, sob a forma de projecto de resolução, à discussão na Assembleia da República, alargando assim o debate – que se pretende ser transversal a todos – sobre esta medida.

Frederico Lemos, coordenador concelhio da JS de Ovar, destacou que o “Ciclo de Tertúlias: Conversas à Esquerda, é especialmente centrado na discussão ideológica em torno dos valores do socialismo democrático – com os quais a JS se identifica, e pelos quais batalhamos na acção cívica que promovemos”. Contudo, o principal objectivo da dinamização das tertúlias é o “incentivo ao envolvimento dos nossos concidadãos na discussão política e, assim, na sua participação activa na sociedade”, concluiu.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta