Primeira VistaSaúde

“- Dr. esta tosse só passa com antibiótico!” – Por Dr. Eurico Silva

- Vejamos o que se passa.

Caro leitor, a verdade é que nesta altura do ano há muitas alergias e que perduram no tempo. No desespero pensa-se que um antibiótico resolve tudo, mas não é de todo verdade.

Com frequência existe rinite alérgica e/ou asma que agravam nesta altura. O utente pode não ter estes sintomas, de tosse, coriza, escorrência, lacrimejo, ao longo do ano e associar tudo a uma “gripe” ou outra infeção. Na verdade, o mais provável é de se tratar de alergias.

Quem tiver este género de sintomas faça por favor este questionário: http://www.caratnetwork.org/fastcaratpt/index.html

Trata-se um questionário dirigido a avaliar o controlo da rinite (vias aéreas superiores) e da asma (vias aéreas inferiores), mas mesmo sem um diagnóstico já feito, pode ajudar a suspeitar de ter ou não essas duas doenças crónicas.

Há pouco tempo com as poeiras vindas de África houve um aumento de queixas respiratórias, e foi fácil para o utente e para o profissional de saúde fazer a associação dos sintomas e estes irritantes. Relativamente a outros “aeroalergenos”, ou seja irritantes que viajam no ar, por vezes é mais difícil de estabelecer uma relação mas a solução poderá passar por explorar o link: https://www.rpaerobiologia.com/ e assim conhecer, a distribuição dos pólens por locais e ao longo do ano. Assim poderá precaver-se quer com medicação quer evitando a exposição como pode ver em: https://www.rpaerobiologia.com/recomendacoes-ao-doente

E para terminar, será que é mesmo preciso um antibiótico para essa tosse. A resposta é não e convido a ler este documento (https://ordemdosmedicos.pt/antibiotico-em-doentes-com-tosse-de-evolucao-aguda/) que está integrado num conceito mundial de boas práticas em saúde, Choosing Wisely, ou seja decidir práticas com fundamento. O conhecimento científico é o caminho e vem provando que existem ideias e tratamentos que até nos podem faz mal!

Ah! Já me ia esquecendo, tabaco e todas as novas formas de fumar, não são seguras e agravam fortemente a asma e a rinite.

Boa saúde respiratória para todos!

Eurico Silva

Médico de família USF João Semana GRESP

Assessor para as doenças respiratórias do ACES Baixo Vouga

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo