LocalSlider

Esmoriz: Descarga na praia atribuída às obras na Barrinha (c/vídeo)

[themoneytizer id=”16574-1″]

Depois de um interregno motivado pelo alegado incumprimento do empreiteiro, as obras de requalificação da Barrinha de Esmoriz foram retomadas em Fevereiro último.

Ontem, quem andava a aproveitar o Sol, a passear junto à praia esmorizense, foi surpreendido com uma alegada descarga poluente nas águas do mar. A empreitada é da responsabilidade da Polis Litoral Ria de Aveiro, que esteve sempre incontactável, mas fonte próxima garantiu tratar-se de um procedimento normal para escoar águas e sedimentos da Barrinha, que ainda sofre com descargas que vêm de montante por tratar. (Ver vídeo em baixo).

Recorde-se que a Polis Litoral Ria de Aveiro adjudicou, no final do ano passado, a conclusão da empreitada de dragagem da Barrinha de Esmoriz, que inclui a transposição de sedimentos para redução da erosão costeira. A intervenção deverá ser executada em 150 dias, o que estará a obrigar a empresa a fazer “horas e acções extraordinárias para acabar no prazo”.

Recorde-se que a dragagem e despoluição da Barrinha de Esmoriz iniciou-se em setembro de 2016 e inclui a dragagem de 272.000 metros cúbicos de sedimentos e a sua deposição por repulsão na costa, a norte do esporão norte e a sul do esporão sul.

Os materiais dragados compatíveis com areia de praia serão depositados nas praias de Paramos e de Esmoriz, com o objectivo de minimizar os efeitos da erosão costeira característica deste trecho do litoral. Os restantes materiais serão lançados no mar através do topo dos esporões, a norte e a sul da Barrinha.

Praia de Esmoriz 🙁

Publicado por Maria Viana em Sábado, 23 de março de 2019

 

 

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo