Covid-19

Esplanadas abrem com limitações para cumprir

A reabertura da restauração arrancar, iniciando-se pelas esplanadas e com o limite máximo de quatro pessoas, mas o primeiro-ministro recomenda que se mantenham “todas as cautelas”.

“As esplanadas poderão abrir, esperemos que esteja bom tempo para poderem abrir, mas gostaria de recordar que não pode haver grupos com mais de quatro pessoas e que, mesmo na esplanada, devemos manter todas as cautelas”, afirmou António Costa, na conferência de imprensa após o Conselho de Ministros que decidiu avançar com a segunda fase do plano de desconfinamento, conhecido em 11 de março, no âmbito da pandemia de covid-19.

As esplanadas poderão funcionar em pleno, servindo refeições até às 22h30, ainda que apenas aos dias de semana, mantendo-se o encerramento às 13 horas aos sábados, domingos e feriados.

A próxima etapa de reabertura da restauração está marcada para 19 de abril, dia a partir do qual a restauração passa a poder voltar a ter clientes no interior, com um máximo de quatro pessoas, enquanto nas esplanadas o limite aumenta para seis pessoas, até às 22h ou 13h aos fins de semana e feriados.

Nestas duas fases, a restauração terá ainda de funcionar com restrições de horários, o que deixará de acontecer a 3 de maio, data a partir da qual o plano do Governo prevê que o número máximo de pessoas no interior dos restaurantes e pastelarias suba para seis e o das esplanadas para dez por mesa.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta