CarnavalEspecial Carnaval
Em Destaque

Estarreja: Escolas de Samba não facilitam em desfile

O desfile nocturno das escolas de samba de Estarreja foi o primeiro da região em dois anos.

Talvez, por isso, era aguardado com muita curiosidade, já que a exigência era máxima. Todas as escolas têm as mesmas obrigações e exigências de sempre, incluindo classificações para manter a qualidade e a sã rivalidade.

E as expectativas cumpriram-se com um desfile fantástico acompanhado por muita gente a assistir nas bancadas, incluindo muitas centenas de espectadores de Ovar que não perdem a oportunidade de observar a evolução das escolas de Estarreja.

As quatro escolas de samba não se pouparam a esforços e apresentaram um espectáculo incrível.

Entre as melhores, a “Vai Quem Quer” trouxe o Expresso do Oriente num enredo sem facilidades, em tons clássicos e alas belíssimas de início ao fim.

A Trepa Coqueiro conseguiu tornar carnavalesca a magia tão típica do Natal. Um desfile repleto de pormenores, com brilho e luzes, e um samba enredo e bateria que contagiaram quem estava assistir.
Quer a Trepa Estarreja quer a Vai Quem Quer contam uma história de uma ponta à outra, com princípio, meio e fim. Estão num patamar acima das restantes – Morenos e Tribal, que desfilaram muito bem, note-se, sem facilitar, com uma beleza e ritmos contagiantes elevando, mais uma vez, a fasquia da qualidade geral deste que é o grande cartaz do carnaval do concelho vizinho.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo