Desporto

Futebol: Lopetegui em destaque na imprensa espanhola

 

Os jornais espanhóis deram conta da saída de Lopetegui do FC Porto com o “As” a colocar a notícia em manchete, após a SAD do FC Porto ter comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) o afastamento do treinador espanhol do comando técnico da equipa azul e branca.

Pode-se ler no comunicado o seguinte:

“A Futebol Clube do Porto – Futebol, SAD vem comunicar ao mercado que a sua Administração tomou a decisão de substituir a equipa técnica liderada por Julen Lopetegui.

Nesse sentido, o treino desta sexta-feira será orientado por Rui Barros, que assume interinamente a direcção técnica da equipa profissional de futebol.

O FC Porto e Julen Lopetegui estão neste momento a negociar os termos da rescisão do contrato.

O Conselho de Administração
Porto, 8 de Janeiro de 2016”.

Refira-se que Lopetegui esteve à frente do comando técnico dos azuis e brancos durante um ano e oito meses, o treinador espanhol tinha um contrato válido com a equipa portuguesa até ao ano de 2017, sendo que se o contrato fosse cumprido, Lopetegui iria receber ainda cerca de 5 milhões de euros.

Difa-se ainda que durante o tempo em que Lopetegui esteve à frente da equipa do FC Porto chegaram cinco jogadores espanhóis que tiveram o seu aval directo, sendo eles, Iker Casillas, Angel, Marcano, Tello e Bueno.

Só por curiosidade, refira-se nos 34 anos de presidência de Pinto da Costa, esta foi a sexta vez que o presidente azul e branco decidiu mudar de treinador antes do final da temporada.
Até ao momento ainda não foi revelado qual será o substituto do treinador espanhol, no entanto, segundo algumas noticias, Pinto da Costa gostaria de ter o treinador português André Villas-Boas à frente da sua equipa novamente, mas alguns rumores também dão conta de Marcos Silva ou Nuno Espírito Santo.

O “As” avança a possibilidade de Nuno Espírito Santo, treinador do Valência até novembro passado, suceder a Lopetegui (uma hipótese pouco defendida nos jornais lusos). No mesmo título, uma crónica assinada pelo jornalista Aritz Gabilondo lança críticas ao FC Porto, que classifica como “um clube com grandes pretensões e pequenas soluções”: “A vontade de triunfar do técnico contrastou demasiado com um ambiente difícil”.

No jornal “Marca”, o despedimento de Lopetegui é atribuído ao “mau ambiente” que se sentia no seio do clube portuense. O mesmo título noticiara, aquando do empate dos azuis e brancos com o Rio Ave, que o FC Porto “não reagia”.
Palavras-chave
Refira-se que Lopetegui esteve à frente do comando técnico dos azuis e brancos durante um ano e oito meses, o treinador espanhol tinha um contrato válido com a equipa portuguesa até ao ano de 2017, sendo que se o contrato fosse cumprido Lopetegui iria receber ainda cerca de de 5 milhões de euros.

Em 16 jogos já realizados para o campeonato de futebol português Julen Lopetegui deixou a equipa do FC Porto na 3.a posição com 37 pontos, os mesmos que o Benfica (2. posição) e a quatro pontos do líder Sporting.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo