Empresas

Gacemo inteira-se da situação do tecido comercial

Na segunda fase de desconfinamento do comércio local, que deu permissão à reabertura das lojas e comércio local, o Gacemo saiu à rua para “se inteirar da real situação do nosso tecido comercial”.

“Passo a passo e sem exceção, foram visitadas todas as freguesias do concelho de Ovar, com especial atenção para os comerciantes locais, nomeadamente lojas, restaurantes, cafés e pastelarias”.

Na sua grande maioria, diz o grupo, “os comerciantes do concelho de Ovar, apesar de todas as dificuldades inerentes ao passado recente, mostram-se resilientes e abriram as suas portas ao público”.

Mas também conctatou que,”infelizmente, alguns desses comerciantes não reabrirão os seus estabelecimentos, pois passam por grandes dificuldades financeiras e não têm capacidade para dar resposta a tantas despesas
acumuladas nos últimos tempos”.

A Gacemo informa que está, “também, a preparar nova dinâmicas e projetos que visam o auxílio a todos os empresários e comerciantes do Município de Ovar, promovendo marcas, acções, formações e
informações que facilitem o futuro económico do nosso concelho”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta