SaúdeSlider

Hospital Anjo D’Ovar recebeu os primeiros doentes

A enfermaria instalada na Arena Dolce Vita, designada Anjo D’Ovar, acolheu hoje os primeiros dois doentes. A vereadora da Câmara Municipal de Ovar, Júlia Oliveira, responsável pela montagem da unidade de saúde, revelou que a enfermaria “era para ser um hospital de campanha, mas verificamos que as necessidades para o concelho iam ser elevadas e que a capacidade de internamento do Hospital Dr. Francisco Zagalo era curta para as necessidades da comunidade”.

Segundo a directora clínica, que pertence aos quadros do Hospital de Ovar, “esta enfermaria está equipada como qualquer enfermaria de um hospital de cuidados de nível 1 – não falamos de cuidados intermédios nem de cuidados intensivos”.

“Conseguimos edificar esta área e equipá-la com tudo o que é necessário e estamos prontos”, revelou a vereadora em regime de não permanência, aludindo, no entanto, a um constrangimento: “Estamos a iniciar esta fase zero com o treino envolvendo doentes reais”. “A próxima fase terá 10 doentes, a seguinte terá 20, até atingir os 39”, acrescentou.

Júlia Oliveira espera “dar resposta a doentes que estejam a precisar de cuidados médicos diferenciados”, numa resposta diferente do que se passa na Pousada da Juventude que oferece condições de isolamento a pessoas infectadas que não as têm em suas casas.

Extensão do Hospital de Ovar acolhe doentes

A vereadora Júlia Oliveira explica os motivos que presidiram à montagem de uma enfermaria na Arena Dolce Vita, designado Anjo D'Ovar.

Publicado por OvarNews em Segunda-feira, 13 de abril de 2020

Artigos relacionados

Deixe uma resposta