Covid-19

Hospital de Ovar apela ao uso generalizado da aplicação “Stayaway Covid”

A app “Stayaway Covid”, que permite rastrear contactos de infecção, é “mais uma demonstração” de como as tecnologias de informação e comunicação poderão ter aplicação muito útil na área da saúde, defende o presidente do Conselho Directivo do Hospital Dr. Francisco Zagalo – Ovar (HFZ-Ovar), Luís Miguel Ferreira.

“Este tipo de ferramentas digitais, nesta situação de vigilância epidemiológica, apelam ao nosso dever cívico de participarmos activamente no combate ao surto global que alterou drasticamente as nossas rotinas diárias”, afirma o responsável hospitalar, que também já descarregou a aplicação portuguesa de rastreio à Covid-19.

A “Stayaway Covid” é uma aplicação móvel voluntária que, através da proximidade física entre “smartphones”, permite rastrear de forma rápida e anónima as redes de contágio por Covid-19, informando os utilizadores que estiveram, nos últimos 14 dias, no mesmo espaço de alguém infectado com o novo coronavírus.

A “Stayaway Covid” – disponível nas lojas de aplicações para os sistemas operativos Android (da Google) e iOS (da Apple) – fica obrigada a respeitar a legislação e a regulamentação sobre protecção de dados e sobre cibersegurança. A Direcção-Geral da Saúde é a responsável pelo tratamento de dados para cumprir a legislação europeia e portuguesa de protecção de dados.

“O Hospital de Ovar, no contexto do projecto Hospital de Ovar sem Papel, estará disponível, através do seu gabinete ‘cidadão.hosp’, para apoiar os utentes a descarregarem e instalarem a ‘app’ nos seus dispositivos móveis”, adianta Luís Miguel Ferreira, acrescentando que a unidade hospitalar que lidera “tem tido resultados muito satisfatórios” com o processo de transformação digital em curso iniciado em 2017 e que já valeu a conquista do prestigiado Prémio Saúde Sustentável no passado ano.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo