ComunicadosPolítica

JS em defesa das associações do terceiro Sector Social

Foi durante a última Sessão da Assembleia Municipal de Ovar, realizada a 30 de junho, que
o Presidente da Juventude Socialista, Martim Guimarães da Costa, referiu o caso do
Programa de Ocupação de Tempos Livres (OTL), dinamizado pela Associação de Pais da
Escola Dos Combatentes de Ovar, que, “pela imposição de novas regras, ficou limitado a 15
crianças e precisa de um terceiro funcionário, o que se tem mostrado incomportável e por
isso não terá condições para funcionar este ano, para continuar a prestar o seu apoio às
famílias”.

A JS Ovar considera que o Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo do
Concelho de Ovar, face ao período pandémico e excepcional em que vivemos, não satisfaz
hoje as necessidades crescentes e sentidas pelas associações do Município.

Que é preciso encontrar um “apoio correspondente” para que estas associações continuem a prestar o seu
apoio às famílias através de ações socioeducativas, sem as quais elitizaria o acesso a estes
programas, e que não é com convites para abandonar o espaço escolar, conforme aconteceu
com a Associação de Pais dos Combatentes, que se vão resolver estes problemas. Torna-se,
por isso, urgente um programa municipal excepcional de apoio às Associações de Terceiro
Sector Social, numa clara mensagem de solidariedade e de gratidão pelo trabalho que têm
vindo a realizar.

https://www.facebook.com/jsovar/posts/10157904246968171?__tn__=K-R

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo