LocalPrimeira Vista

Mergulhadores identificados por apanha ilegal de bivalves

A Unidade de Controlo Costeiro (UCC), através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Aveiro, identificou quatro homens com idades compreendidas entre os 34 e os 64 anos, apreendeu diverso equipamento de mergulho e 40 quilos de amêijoa macha, na Ria de Aveiro.

Numa acção de fiscalização levada a cabo com o objectivo de controlar a apanha ilegal de bivalves na Ria de Aveiro, com recurso a meios de respiração autónomos, os militares da Guarda identificaram quatro mergulhadores e elaboraram os respetivos autos de contraordenação por recolherem, sem a necessária autorização, espécies biológicas em zonas proibidas e por não se fazerem acompanhar do respetivo certificado de mergulho. As coimas podem ascender aos 2 mil euros.

Os bivalves, por se encontrarem vivos, foram devolvidos ao seu habitat natural.

A GNR relembra que a captura de bivalves através da pratica de mergulho recreativo é proibida, bem como a sua prática em canais de navegação, portos ou barras ou em zonas proibidas e que interferem na segurança da navegação.

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo