Covid-19

Novo máximo diário / Qual é a máscara mais eficaz?

A ameaça das novas variantes do coronavírus, que são mais contagiantes, levou os especialistas a manifestar publicamente a necessidade de reforçar as medidas de proteção, sobretudo no caso das máscaras de pano, que podem não proteger eficazmente contra a variante inglesa.

Nesse sentido, países como a Alemanha, a Áustria e a França já proibiram o uso de máscaras de pano na rua.

Na Alemanha e na Áustria, por exemplo, em substituição das máscaras de pano passou a ser obrigatório o uso de máscaras de nível médico nos locais de trabalho, nos transportes públicos, nas lojas e noutras situações que impliquem grande proximidade com outras pessoas.

Segundo os especialistas internacionais, o ideal é usar máscaras com a certificação FFP, que significa Filtering Face Piece: esta máscara tem o objetivo de proteger o utilizador da inalação de gotas, mas também de partículas no ar, que podem conter agentes infeciosos.

Ou então: como defendeu, em declarações à antena da “NBC”, Anthony Fauci, a utilização de duas máscaras deve garantir uma maior protecção contra a Covid-19. “Trata-se de tapar fisicamente para prevenir gotículas e que o vírus entre. Se temos uma proteção física com uma camada, ao colocarmos outra camada por cima é senso comum que será mais eficaz”.

O boletim desta terça-feira da Direção-Geral da Saúde (DGS), com dados relativos a segunda-feira, regista 291 óbitos – um novo máximo, passando-se das 11 mil vítimas mortais – e 10.765 novos casos de covid-19 em Portugal em 24 horas.

São também apontados 13.728 recuperados (total de 475.485), pelo que os casos ativos descem: menos 3254, num total de 167.381.

Há, no total, 11.012 óbitos e 653.878 casos positivos confirmados.

Quanto à pressão sobre os hospitais, há mais 52 internados, num total de 6.472, e destes há menos dois em Cuidados Intensivos, sendo o total 765.

Até agora, em Portugal, ainda não existe qualquer indicação oficial da DGS para o uso de máscaras FFP2

Artigos relacionados

Deixe uma resposta