Opinião

O mestre Valverde – Henrique Gomes

O Tour começa hoje a ganhar contornos mais claros, a melhor definir os seus verdadeiros candidatos.

No entanto, as etapas até agora disputadas tiveram um peso significativo, mesmo inesperado, no futuro deste Tour- a influência da primeira semana de competição nas duas vindouras será muito importante.
Ninguém contava que o principal candidato à vitoria final já estivesse fora do Tour.

Inesperada é também a diferença entre Nibali e Contador- a vantagem do Italiano não é só expressa em tempo como em estado de forma e na capacidade de resposta da equipa.
Mesmo o estado psicológico, anímico, de Nibali parece melhor do que o de Contador.

Existem pequenos detalhes que demonstram tal situação: a forma firme como Nibali se senta na bicicleta ou ainda o posicionamento do italiano no pelotão. A tudo isto se deve juntar a forma como Nibali tem poupado a sua equipa a grandes trabalhos de perseguição ou de controlo de corrida. Nibali, quando necessário, assuma tranquilamente à cabeça do pelotão para fazer uma demonstração de talento e de comando. Exibições sobretudo técnicas como a de ontem, em plena descida. E este Tour pode ser ganho a descer!

Contador, pelo contrário, tem exposto demasiado a sua equipa. Depois o ciclista espanhol parece demasiado ansioso, demasiado agitado na sua bicicleta- parece que a bicicleta utilizada por Contador não é a dele.
São sinais aparentes que só o desenrolar da competição confirmará ou desmentirá.
Valverde, discreto até agora, tem mostrado uma sabedoria de corrida fantástica!

Sempre bem colocado, com uma superior leitura de corrida, atento, sempre perto do epicentro do acontecimentos mas sem qualquer tipo de desgaste desnecessário.

Não ataca nem defende – actividades que provocam enormes percas de energia.
Valverde apenas segue com os melhores, controlando os seus impulsos. A idade traz destas coisas e muita mestria. Não é por acaso que o Rui Costa segue muitas vezes a roda de Valverde.

Henrique Gomes
12.07.2014

 

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta