LocalPrimeira Vista

Obras na linha de comboio entre Espinho e Gaia com fim à vista?

Quando terminarem avançam (finalmente) as obras entre Ovar e Espinho

A Infraestruturas de Portugal (IP) comunicou esta sexta-feira que as obras actualmente em curso na Linha do Norte entre Espinho e Vila Nova de Gaia deverão estar concluídas no início de 2023.

Questionada acerca do desenvolvimento da empreitada nas suas várias componentes, a IP disse que “a renovação de via encontra-se concluída desde Espinho (exclusive) até à estação de Gaia (exclusive)”, nas Devesas.

Atualmente, segundo a IP, está em curso, “além da renovação das linhas da estação de Gaia, a instalação de duas novas linhas na zona da estação técnica a norte de Francelos”.

“Em paralelo, decorrem trabalhos nas estações e apeadeiros e em obras de arte, encontrando-se já concluídas duas passagens inferiores pedonais e uma passagem inferior rodoviária, e em fase de conclusão três passagens superiores pedonais”, pode ler-se na mesma resposta da IP.

A gestora das infraestruturas ferroviárias nacionais adiantou também que já estão em curso as obras na estação das Devesas, cujo interface com a linha Rubi do Metro do Porto está prevista.

Porém, a interligação com o metro não avançará já nesta empreitada, que prevê a construção de uma passagem inferior pedonal (PIP) a nascente do edifício principal e o alargamento e alteamento de plataformas, “substituição integral dos abrigos” e “a remodelação de toda a área da estação”, mas não do edifício principal, segundo os documentos do projeto consultados pela Lusa.

O cais de passageiros mais estreito, que serve atualmente as linhas I e III, será alargado para até 7,5 metros, de acordo com os documentos, o que obrigará a que a plataforma atualmente existente seja “demolida na sua totalidade”.

Quanto à construção da passagem inferior pedonal, que servirá para suprimir a atual passagem à superfície, “terá de ser acompanhada da eliminação da atual linha III”, que “passará a ocupar o espaço da linha IV, permitindo alargar a plataforma”.

Em causa está a modernização do troço da Linha do Norte entre Espinho e Gaia, no âmbito do programa Ferrovia 2020, adjudicado por 55,3 milhões de euros, cujas obras em várias estações e apeadeiros em Vila Nova de Gaia condicionam atualmente a circulação ferroviária.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo