Covid-19

Ovar avança para a terceira fase do desconfinamento

Há sete concelhos que mantêm confinamento e quatro que recuam no processo

Tal como se previa em face dos números apresentados, o concelho de Ovar integra o lote de Municípios que avança para a terceira fase. Já Albufeira, Alandroal, Beja, Carregal do Sal, Figueira da Foz, Marinha Grande e Penela não vão avançar para a terceira fase do desconfinamento, uma vez que registam mais de 120 casos por cem mil habitantes.

Os concelhos de Moura, Odemira, Portimão e Rio Maior vão regressar na segunda-feira às regras que vigoravam no continente português antes do actual processo de desconfinamento, devido à evolução da covid-19, anunciou hoje o primeiro-ministro. Na prática, estes habitantes ficarão circunscritos aos seus concelhos, um pouco à imagem do que sucedeu com Ovar, há um ano, durante a cerca sanitária.

Assim, na nova fase de desconfinamento, os estudantes podem regressar na próxima segunda-feira ao ensino presencial. As lojas do cidadão, as salas de espectáculo, restaurantes, cafés, pastelarias com serviço ao balcão, lojas e centros comerciais voltam também a abrir as portas e a receber clientes, ainda que com limitações de lotação. “Os eventos exteriores poderão ter lugar com um máximo de cinco pessoas por cada cinco metros quadrados”, adiantou António Costa. “Relativamente aos casamentos e batizados, terão assistência máxima de 25% relativamente à lotação normal do recinto”.

Esta semana, durante a reunião no Infarmed, vários especialistas defenderam que a terceira fase de desconfinamento deveria ser adiada, pelo menos, uma semana e alertaram para a probabilidade de aumento do índice de transmissibilidade R(t). Se as cadeias de transmissão não forem controladas, a quarta vaga da pandemia poderá ser inevitável, adiantaram os especialistas ouvidos pela tutela.

(Em actualização)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta