Covid-19

Praias com máximo de seis pessoas por guarda-Sol

A época balnear começa a um de Junho e alguma imprensa está a adiantar que os ajuntamentos na praia terão um número máximo de 10 pessoas – o mesmo que foi definido para outras circunstâncias no decreto do estado de calamidade. As famílias numerosas serão a única excepção.

A Direcção-Geral da Saúde já recomendou a distância de dois metros entre banhistas, tanto na areia como na água.

Na próxima semana é esperada a definição de um guia para idas à praia, elaborado por uma comissão técnica liderada pela Agência Portuguesa do Ambiente. O Governo está ainda a estudar a imposição de um limite de quatro a seis pessoas por chapéu de sol.

A intenção do Governo é arrancar, de forma condicionada, com a época balnear no dia 1 de junho – um mês após o normal. Na próxima semana, o executivo de António Costa deverá anunciar aos portugueses todas as medidas a aplicar.

A época balnear começa em 01 de junho, mas ainda nada é certo: “É uma questão que vamos, naturalmente, também discutir com as autarquias, mas não vou adiantar conclusões de um trabalho que está a ser feito”, explicou hoje o ministro Matos Fernandes.

“Quem toma essas decisões ainda nem conhece o trabalho, portanto não há nenhuma medida decidida”, reforçou o ministro do Ambiente, que tutela a APA

Artigos relacionados

Deixe uma resposta