Opinião

Reconhecimento ao Mérito Profissional – Florindo Pinto

A noite do dia 27 de Outubro, foi tempo para que Acácio de Oliveira Coelho, um Cortegacense, tivesse vivido momentos de alegria, saudade e de satisfação. A entidade, Rotary Club de Ovar, na observância dos seus fins estatutários, deliberou reconhecer o mérito profissional ao Acácio de Oliveira Coelho, fundador da empresa Safina.

As razões, ou as primeiras razões, que terão levado os Rotários a tomar tão acertada decisão, estão expressas no programa da reunião, que aos presentes foi distribuído: Homem íntegro, profissional distinto, líder defensor dos mais altos padrões éticos.

E por que estas condicionantes humanas são as que o distinguido alardeia, subscrito por Álvaro Gomes (Membro do RCOvar), foi dado conhecer: Acácio Coelho é digno de tal reconhecimento e deve ser apontado como exemplo.

A sala de reuniões da Quinta da Varanda, estava repleta e o ambiente cordial e familiar que se vivia, era motivo para que o distinguido se mostrasse satisfeito, se sentisse feliz ao olhar à sua volta e encontrar, consigo, alguns dos seus amigos e familiares.

As intervenções que aconteceram, pautaram-se pelo reconhecimento das suas capacidades empreendedoras e, também, pelo seu sentir família.
O percurso de vida, como empresário, foi referido e apesar do muito que foi dito e enaltecido, por este e por aquele, sobre a sua actividade profissional, continuamos a pensar que “peca por insuficiente”.
Dos familiares ouviu alusões à sua presença marcante em vários momentos da vida da família Galante.

O seu carinho para com a sua/nossa saudosa avó Carolina Galante, justificou que; – e há que te dizer Acácio, que é deveras gratificante saber o quanto, para ti, a Avó Carolina Galante, representa -.
E, na abordagem, que muito respeitosamente foi feita, da figura “Avó Carolina”, a senhora que se mostrava, sempre, bem disposta, que transmitia alegria e que era dotada de um gargalhar muito especial, ouviu: semeou, e por certo, muito feliz se sentiria se fosse, nos dias de hoje, a cuidadora da vasta seara que da sua semente brotou. Uma seara, que a partir dos seus dez filhos, se espalha em um vastíssimo quintal, onde de  tudo um pouco há.

Mas relevante e a justificar o agradecimento dos seus familiares, foi a sua demonstração do muito querer e mais respeitar a Avó, quando foi anunciada a criação de uma bolsa, da qual beneficiará um jovem estudante, que os Rotários contemplarão e que terá o nome de “Bolsa Carolina Galante”.

Queremos acreditar que o “beneficiado”, seja ele quem for, saberá respeitar e em muito dignificar a figura que, a partir dessa nomeação, o trará ao seio da família. Espera-se e se confia de que assim será.
E como lá, em local apropriado, daqui se diz: e, para ti, Acácio, vão os nossos parabéns, pelo teu percurso de vida e o nosso respeito pelo respeito que manifestas quando da nossa avó falas.

Florindo Pinto (primo)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta