EmpresasSlider

Restaurante “XS”: Sabores intensos a preços convidativos

Cada vez mais as pessoas procuram restaurantes que lhes proporcionem uma experiência especial e para ela tanto contribui a qualidade do que é servido, como a qualidade do ambiente e a forma como se é servido.

Ora, o ‘novo’ “XS”, sob gerência do Chef vareiro, Hugo Basílio, está a causar alguma sensação, nomeadamente, nas papilas gustativas.

O Hugo, na sua modésta proverbial, entende que o seu “XS” é “um pequeno bistrô, com comida simples a preço acessível, num espaço acolhedor”. Ele prefere não rotular os clientes, pois são eles que fazem o seu espaço, de acordo com os seus gostos.

De qualquer maneira, sempre vai confessando que quando pensou no projecto “XS”, fê-lo porque queria fazer uma “certa diferença”, mas reconhece que isso é um trabalho que vai conseguindo, “em conjunto com os clientes que procuram o meu serviço”.

Os sabores são o trunfo, a apresentação também dá uma ajuda no despertar dos apetites, e depois há os preços convidativos. “Sim, a diária é de 7.50 euros, e engloba o pão, vinho ou água, sopa, prato e café”. Se incluir uma das sobremesas, o preço sobe para os 8 euros, mas podemos dizer que são 50 cêntimos que valem a pena.
XS1
O prazer da boa cozinha mediterrânica, com respeito pela cozinha tradicional portuguesa é o que o “XS” promete e cumpre. Há muitos produtos locais presentes nas diversas propostas que minutos antes estavam viçosos no Mercado Municipal ou a saltar, vivinhos, na Lota da praia. Por exemplo: Creme de abóbora e cenoura, pataniscas de petinga com arroz de feijão, lulas salteadas com tomate e coentros, caldeirada de peixe, bifinhos de porco com risotto de cogumelos, entre muitos outros d efazer igualmente crescer água na boca.

Alguma oferta da ementa fica muito próxima de uma experiência ‘gourmet’, mas o Chefe Hugo prefere falar em pratos “com boa apresentação, aromas e sabores, a um preço baixo e que satisfaça sempre as exigências dos meus clientes”. “Estou a trabalhar para tentar ir sempre ao encontro das suas preferências”. É esse o compromisso a preços que podem oscilar entre entre os 5 e os 14 euros, ou seja, bastante agradáveis tendo em conta a oferta.

O Chef Hugo estabelece-se, finalmente, em Ovar, sua terra Natal, após um percurso bastante rico por diversos restaurantes da região, onde sempre deixou a sua marca de óptimo profissional.

Pode dizer-se, por exemplo, que trabalhou na cozinha das Pousadas de Portugal, o que lhe conferiu  um conhecimento importante do melhor da gastronomia nacional, na cidade do Porto, num dos melhores restaurantes do país, o Cafeína, que também lhe deu uma boa experiência na arte de lidar com novas técnicas ao lado de grandes chefes, de nóvel nacional e internacional.

Uma coisa é certa. Com o conhecimento que tem da cidade e do concelho, Hugo Basílio tem sempre os melhores produtos e mais frescos para confeccionar os seus pratos. “Desde a escolha e compra do produto até à sua confecção, controlo sempre”, mas depois, “só os meus clientes é que dirão, mas vou tentar primar sempre pela simpatia, qualidade e boa comida”.

O ambiente não podia ser mais descontraído e apelativo aos prazeres da mesa. Sala sóbria e confortável, com motivos históricos locais a decorar a sala de tamanho qb.

Três Perguntas ao Chef Hugo Basílio:

Quando abriu o “XS” com a nova gerência?
No dia 5 maio.

Onde se situa o “XS”?
Mesmo na Praça da República, em Ovar.

Em que dias e em que horário funciona?
Das 8h30 as 15 horas e das 19h às 22 horas, de segunda a quinta-feira. À sexta-feira e sábado, encerramos à meia-noite.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta