Covid-19

Salvador Malheiro: Nova protecção vai ser construída, "mesmo que o Governo não a pague&quot

A Câmara de Ovar começou, esta segunda-feira, as operações de limpeza na Praia do Furadouro, que deverão demorar dois dias e incluir a construção de uma nova proteção na marginal, depois dos estragos feitos pela forte agitação marítima no domingo. O presidente da Câmara Municipal de Ovar, Salvador Malheiro, disse que a nova protecção vai ser construída, "mesmo que o Governo não a pague".

A autarquia destacou cerca de 30 funcionários para a remoção de areias e destroços no local e as pedras do murete destruído pelo mar na madrugada de domingo vão ser agora aplicadas numa nova barreira, disposta ao longo da marginal e reforçada na sua zona central.

"Essa proteção não é da esfera das nossas competências, mas vamos começar a fazê-la mesmo que o Governo não a pague, porque estamos aflitos e não podemos esperar pela autorização de Lisboa", disse Salvador Malheiro.

As previsões meteorológicas para os próximos dias são de agitação marítima menos intensa que a registada no fim de semana, mas o autarca defendeu que a intervenção é necessária antes de arrancarem as obras de três milhões de euros prometidas para o local no início de janeiro.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo