Covid-19

Sika oferece presentes a desfavorecidos

Os colaboradores da Sika Portugal decidiram, em novembro, lançar a iniciativa ‘Saco Solidário’ com o objetivo de, internamente e entre si, reunir bens de primeira necessidade para oferecer à comunidade mais carenciada de Lisboa e Porto, resultando num total de mais de 2000 ‘presentes’.

A distribuição irá ser feita pelos próprios benfeitores às 33 crianças e jovens em perigo, residentes nas cidades Porto e Lisboa, pertencentes à IPSS ‘CrescerSer’, bem como a 180 sem-abrigo e 25 famílias carenciadas, também da cidade invicta, apoiados, por sua vez, pela instituição ‘Amor Perfeito’.

A iniciativa reuniu no total cerca de 109 colaboradores desta empresa, que se dedica à indústria química, tendo recolhido, de novembro até dia 7 de dezembro, vestuário, bens de primeira necessidade, com particular destaque para os alimentares, higiene pessoal e limpeza.

“Faz parte dos valores da Sika ajudar aqueles que mais precisam. Este é o 3º ano consecutivo que as nossas equipas, nesta época natalícia, se unem em prol de causas sociais, ajudando instituições de solidariedade social, compostas por uma população infantil, jovem e adulta, de carências sociais, económicas e, até mesmo, emocionais”, afirma Gonçalo Carvalho, director de Marketing.

A Sika ofereceu a cada colaborador dois ‘sacos solidários’ e disponibilizou caixas, nas suas delegações em Vila Nova de Gaia, Lisboa e Ovar, para que lá colocassem os respetivos contributos.

Todos estes ‘presentes’ foram entregues pelas mãos de Richard Aubertin, diretor geral da Sika Portugal e seus colaboradores, esta terça-feira, nas duas instituições, numa ação solidária que decorreu na delegação Sika de Vila Nova de Gaia e de Lisboa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo