Covid-19

Surto em Lar de Cortegaça com 13 utentes infectados

Há 13 utentes e oito funcionários infectados com o novo coronavírus no Centro Social Cortegacense. Segundo uma informação prestada pelo presidente da Câmara Municipal de Ovar, Salvador Malheiro, todos eles se encontram assintomáticos, estando a direcção do Lar, a Junta de Freguesia e a Autoridade de Saúde a tomar as medidas mais adequadas.

Também num Lar de Maceda foi detectado um caso de infecção, pelo que, esta sexta-feira, serão testados os 130 utentes da estrutura “e estamos prontos para atuar de imediato no sentido de poder voltar à normalidade”.

No regresso das mensagens em vídeo, Salvador Malheiro admite que a situação epidemiológica em Ovar se agravou nos últimos dias, mas garante que não se compara ao que foi registado entre março e abril, quando a disseminação comunitária da doença obrigou a uma cerca sanitária – com tudo o que isso implicou de controlo de fronteiras, impedimentos de circulação de pessoas e bens, suspensão da atividade empresarial, etc.

“Neste momento estamos numa situação claramente melhor do que é a generalidade do país, em contraponto com o que aconteceu na primavera passada, quando em Ovar estávamos pior. Hoje teremos cerca de 50 municípios com números bem piores do que nossos”, diz.

O concelho está a registar actualmente “15 a 20 novos casos por dia” de covid-19, o que justifica que na terça-feira tenha sido reativado o Gabinete de Crise da autarquia, que, como refere Salvador Malheiro, “engloba todas as forças vivas da Proteção Civil e também autoridades de saúde pública, juntas de freguesa, PSPGNRASAE [Autoridade de Segurança Alimentar e Económica] e Segurança Social”, entre outras entidades.

Também em resposta ao crescente número de casos de infeção, autarquia e paróquias do concelho decidiram encerrar os cemitérios locais este sábado e domingo, Dia de Todos os Santos, numa tentativa de diminuir na comunidade a possibilidade de contágio pelo novo coronavírus. Há também indicação de que o pároco Manuel Pires Bastos se encontra se encontra internado, sob obervação, no Hospital de Santa Maria da Feira e está positivo ao novo coronavírus.

O presidente da Câmara diz aguardar agora as medidas de combate à pandemia que deverão ser anunciadas pelo Governo este sábado e recomenda: “Devemos acatar com a devida calma e a máxima responsabilidade o que poderá advir desse conselho de ministros extraordinário”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta