Local
Últimas

Suspeito de homicídio ficou em prisão preventiva

O indivíduo de 35 anos, suspeito de ter assassinado Augusto Pereira, ficou em prisão preventiva, depois de ter sido ouvido pelas autoridades judiciárias competentes, no primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coacção.

Recorde-se que o suspeito terá confessado o crime quando foi abordado pela GNR no passado sábado. Depois de ingerir várias bebidas alcóolicas, Carlos Fonseca, o alegado homicida, ligou a amigos e confessou o crime, dizendo que precisava desabafar. Ambos residiam no Sargaçal, em Válega, eram vizinhos e amigos.

A Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro aguarda pelos resultados da autópsia para juntar mais elementos na tentativa de esclarecer as causas e os contornos do alegado crime, adianta o Notícias de Aveiro.

A PJ, através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, informou que “a vítima, com 26 anos de idade, portadora de uma ligeira anomalia psíquica, que se encontrava desaparecida desde a passada terça-feira, foi localizada já sem vida dentro de um poço agrícola, em Pardilhó”.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta