Saúde

Três dicas para evitar a sobrecarga mental

Se se sente travado na realização das suas tarefas, tem dificuldades para pensar profundamente quando precisa de estudar ou trabalhar, perde o foco e a concentração facilmente e sente que precisa descansar o tempo todo, pode estar a sofrer de uma sobrecarga mental.

Isso se tornou muito comum em tempos de pandemia, quando as tarefas se acumularam dentro de nossas próprias casas enquanto o cérebro ainda era tomado por preocupações externas. Mas, seguindo alguns conselhos, é possível amenizar estes sintomas e deixar tudo mais leve.

Evite fazer mais de uma tarefa por vez

Há quem vanglorie a capacidade de uma pessoa ser multitarefa, ou seja, de conseguir fazer várias coisas ao mesmo tempo. No entanto, isso pode ser extremamente prejudicial em longo prazo, provocando a sobrecarga mental. Então, você deve evitar essa situação: estabeleça uma ordem de prioridade entre tudo o que você tem para fazer e faça uma coisa de cada vez. Assim, você se concentrará mais em cada uma delas e evitará problemas futuros.

Organize-se previamente

A organização é fundamental para evitar o acúmulo de tarefas e a sobrecarga mental. Se você não tem o hábito de programar tudo o que fará na semana, organizar a vida diariamente já ajuda bastante. Acorde e pense em tudo o que você tem que fazer e, depois, organize mentalmente a ordem das atividades. Isso ajuda a passar tranquilidade, pois ao estabelecer esse cronograma mental, ficará mais fácil enxergar que você tem capacidade para lidar com todas as tarefas do dia. Lembre-se: trabalhar mais não significa trabalhar melhor. É por isso que a jornada de trabalho de quatro dias por semana vem sendo defendida e abordada atualmente.

Se você é estudante, essa organização é ainda mais importante. Um artigo do portal MetaLecture, especializado em educação virtual, abordou algumas dicas para melhorar a concentração, especialmente a importância do relaxamento: “A rotina de estudos deve ser organizada de um modo que as leituras e as atividades se intercalem com tarefas de lazer. Passar muitas horas diárias apenas estudando nunca é bom e pode ter o efeito contrário. Ao final do dia, você poderá até estar lendo o conteúdo, mas não estará absorvendo mais nada”.

Aprenda a reconhecer quais pensamentos te sobrecarregam

Quando lidamos com muitas atividades, algumas delas são feitas de maneira quase natural, enquanto outras ajudam a “travar” a nossa cabeça, gerando pensamentos e preocupações recorrentes. Por isso, é fundamental saber reconhecer quais aspectos estão colaborando para aumentar a sobrecarga e, com o tempo, aprender a ignorar tais preocupações e conseguir seguir em frente e lidar com as outras tarefas do dia. Isso não é fácil: os pensamentos que impactam negativamente a mente podem estar vindo de onde você menos imagina. Mas, assim que reconhecidos, tudo melhorará, desde que você encontre uma maneira de lidar com eles.

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo