LocalSlider

Troço Esmoriz – Vila Nova de Gaia com sinalização electrónica

Ferrovia O troço Esmoriz – Vila Nova de Gaia da Linha do Norte tem em funcionamento novos sistemas de sinalização electrónica, telecomunicações e controlo, reforçando as condições de segurança, revelou a Infraestruturas de Portugal (IP).

“Esta intervenção compreendeu a instalação de um novo sistema de controlo-comando e sinalização (sistema que comunica a informação dos sinais para o painel de bordo do comboio), de novos sistemas de telecomunicações e a integração do comando e controlo da nova sinalização no Centro de Comando Operacional (CCO) do Porto”, explicou a IP em comunicado.

Esta integração permite ao CCO do Porto operar directamente os equipamentos de sinalização das estações – motores de aparelhos de mudança de via, sinais, sistemas de detecção de comboio e passagens de nível –, garantindo benefícios na gestão da circulação ferroviária, acrescentou.
Antes desta modernização, este troço tinha uma sinalização eléctrica dos anos 60, com sinais no sentido normal da circulação nas duas vias existentes (ascendente e descendente).

“Em consequência, a circulação no sentido contrário nas duas vias (designado por contravia) efectua-se em regime de cantonamento telefónico, em que a expedição dos comboios era realizada através de telefonemas registados entre os agentes das estações colaterais, o que limitava a circulação a apenas um comboio de cada vez entre estações”, sublinhou a IP.
O comando e controlo era realizado localmente em cada estação, obrigando à colocação de pessoal operacional em cada estação, acrescentou.

A IP refere que, com o novo sistema de sinalização, são asseguradas melhorias ao nível da eficiência e segurança na circulação dos comboios em ambas as vias e sentidos e da qualidade da infra-estrutura ferroviária e dos serviços prestados aos seus clientes (operadores ferroviários).
Este investimento, com enfoque no reforço da segurança do sistema ferroviário nacional, é complementar e está devidamente articulado com as diversas empreitadas de modernização da RFN já em curso, ou com início de obra previsto a muito curto prazo, que a IP está a desenvolver no âmbito do programa Ferrovia2020

Artigos relacionados

Deixe uma resposta