Opinião

Um Esmorizense, um percurso na vida – Por Florindo Pinto

"Fiz alguma coisa de útil para a sociedade, Então aproveitei, também” - Marco Aurélio

– Consultei documentos vários e encontrei aquilo que hoje nos dizem para não divulgar
– Nascido no ano de 1926, em Esmoriz seguiu a dura, mas nobre, profissão de Tanoeiro
– Por inerência de um cargo iniciou a sua carreira político-administrativa. Ao tempo era
– Membro dos órgãos sociais do sindicato Nacional dos Operários Tanoeiros do Distrito
– de Aveiro, Nessa condição, representou o Conselho Municipal, foi nomeado vogal da
– Comissão Corporativa para a Indústria de Tanoaria dos Distritos de Aveiro, Coimbra,
– Guarda e, Viseu. Integrou a Câmara Corporativa, onde representou os trabalhadores
– Na sua Carreira Parlamentar, integrou a VII-Legislatura e consta na -V –Secção–Indús
– tria – 9ª. subsecção – Industrias Transformadoras Diversas. Não subscreveu/relatou,
– qualquer parecer, refiro; Américo Alves Fardilha, de Habilitações literárias – 4ª.Classe.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo