Opinião

Uma vizinha, uma pessoa, uma amiga – Florindo Pinto

"Serás sempre a nossa Conceição"

– A vizinha, partiu, depois de “trabalhos mil”, ter passado, nesta vida terrena. Saudades

– deixou. Sempre acompanhou, quem a acompanhou, com quem casou e muito amou.
– Pessoa simples, dedicada, atenta, não regateava esforços, nem tarefas. No “Inverno
– da vida”, muitos quilómetros percorreu, sem ter perdido, o seu trato, muito especial
– Situação que explicava, com palavras poucas e, gestos, muitos “ele não me deixa em
– casa”. Foram tempos vividos, em companhia constante, na recolha disto e daquilo. As
– forças, faltaram, a “máquina avariou” e a reparação, tornou-se impossível. Andou,por
– “casas de saúde”, várias, por onde a levaram, longe/perto do seu Manel, até que “a
– vieram buscar”, e, levar, para onde as suas caminhadas terminaram. O perguntar, aos
– familiares, inteirando-nos do seu estado, foi pouco. Uma visita, lhe ficamos a dever.
Florindo Pinto

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo