Covid-19

Uso de máscara deixa hoje de ser obrigatório

O uso da máscara no exterior deixa de ser hoje obrigatório. É mais um importante passo no desconfinamento e no regresso à normalidade da vida das pessoas.

Apesar disso, continua a reinar o bom senso, e o uso da máscara é inclusive aconselhado em várias situações, entre elas quando não é possível garantir uma distância de segurança ou no caso de “pessoas mais vulneráveis”.

Numa orientação divulgada esta segunda-feira sobre a utilização da máscara, que passa a ser facultativa no exterior e recomendada em algumas situações, para prevenir a covid-19, a DGS aconselha o seu uso “quando é previsível a ocorrência de aglomerados populacionais ou sempre que não seja possível manter o distanciamento físico recomendado”.

A DGS recomenda ainda a sua utilização na rua por “pessoas mais vulneráveis”, nomeadamente “com doenças crónicas ou estados de imunossupressão com risco acrescido para covid-19 grave”, sempre que “circulem fora do local de residência ou permanência habitual”.

Na orientação, a DGS reitera que o uso de máscara “é uma medida eficaz na prevenção da transmissão de SARS-CoV-2”, frisando que, apesar do fim da obrigatoriedade da sua utilização no exterior, o porte desta “continua a ser uma importante medida de contenção da infeção, sobretudo em ambientes e populações com maior risco”.

Entretanto, arranca também esta semana o novo ano lectivo. Nessa senda, foi avançado, este fim de semana, que pessoal docente e não docente das escolas está quase todo vacinado, tendo-se atingido esta semana os 99% daqueles profissionais inoculados.

O Governo vai esperar por uma próxima reunião do Infarmed para decidir sobre o levantamento de mais restrições. A notícia foi avançada pela ministra da Presidência no final do último Conselho de Ministros.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta