Covid-19

Vacina da Johnson & Johnson sem restrições

A ministra da Saúde disse esta quarta-feira que não há qualquer restrição à utilização da vacina da Janssen, do grupo Johnson & Johnson, e que as autoridades nacionais seguirão as recomendações da Agência Europeia de Medicamentos e aguardar a análise da comissão técnica de vacinação.

“O Plano de vacinação é focado nos mais de 70 anos. Neste momento não há qualquer restrição desta vacina neste grupo etário”, disse Marta Temido em conferência de imprensa.

Na terça-feira, a Agência Europeia do Medicamento (EMA) concluiu que há uma possível relação entre a formação de coágulos sanguíneos e a vacina da Janssen, na sequência de terem sido registados oito casos de pessoas que desenvolveram coágulos sanguíneos em quase sete milhões de pessoas vacinadas nos EUA.

Estes casos dizem respeito a mulheres com idades entre os 18 e os 49 anos, um dos quais fatais, e foram reportados cerca de três semanas após serem vacinadas. Ainda assim, o regulador europeu garantiu que os benefícios gerais da administração da vacina norte-americana continuam a superar os riscos.

Em resposta aos jornalistas, a ministra disse que “a comissão técnica de vacinação contra a covid-19 está ainda a analisar e a rever as decisões da EMA para verificar se há ajustamentos a fazer na aplicação da vacina” em Portugal.

Marta Temido insiste que a EMA voltou a dizer que apesar das reações conhecidas, a relação risco-beneficio é vantajosa, acrescentando que os oito casos raros aconteceram nos Estados Unidos maioritariamente em mulheres com menos de 60 anos.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta