Carnaval

Tudo a postos para o maior corso do país

standcf80storecarnaval

 

O Carnaval de Ovar 2016 já arrancou oficialmente no passado dia 16 de Janeiro, com um espectáculo encenado pelo maestro Tim Steiner, mas, nos grupos carnavalescos e escolas de samba, há vários meses que se preparam fantasias e alegorias.

Chegou, finalmente, a hora de desvendar fatos e coreografias em dois grandes desfiles, naquela que é a maior festa do concelho e que se prolonga até dia 9. Depois do Carnaval Sénior, do Carnaval das Crianças ou do Baile de Máscaras, a folia está em efervescência e a cidade transfigura-se. Anteontem, estreou-se um evento, a Noite da Farrapada. Individualmente ou em grupo, a Noite da Farrapada proporcionou uma oportunidade de fazer parte daquele que se diz o melhor Carnaval do país, num desfile espontâneo e divertido onde a animação e a alegria eram as únicas regras.

A Noite Mágica é outro evento dentro do evento que é o Carnaval de Ovar. Anualmente, mais de 100 mil pessoas, mascaradas ou não, rumam a Ovar na segunda-feira de Carnaval para a denominada Noite Mágica, um evento no centro da cidade de Ovar com inúmeros pontos de animação para diferentes públicos. Em 2016, a Noite Mágica conta com um vários pontos de festa espalhados pela cidade para responder à solicitação dos milhares de foliões de todo o país (e não só) que a procuram.

Ordem e temas do corso:
Charanguinha:  “Tudo o que pedimos
é para viver em paz”

Catitas: GNR
Vampiros:  “Apinócarkuntigo”
Melindrosas:  “Beleza rara”
Pindéricus:  “#aiiimarchavasmarchavas”
Xaxas: “Xaxas dá-te Asas”
Juventude Vareira:  “A chama que arde no peito,
é amor, é emoção… é fogo”
Zuzucas:  “Apara-me as Suíças”
Marroquinos:   “Ca Ganda Malucas”
Barulhentas: “Ao infinito e mais além”
Marados:  “Contaba-TÊ uma história”
Não Precisa:  “NP at Work”
Kan-Kans: “Desafio a África”
Pierrots:  “E tudo a água levou”
Bailarinos de Válega “Amor ao rubro”
Hippies: “Kálkamos”
Joanas do Arco da Velha: “A Epopeia”
Carrucas: “Mais vale sê-lo que parecê-lo”
Costa de Prata:  “O Olho que tudo vê”
Condores: “Xprimentar e ver o que dá”
Levados do Diabo: “Boa Boa Curação”
Palhacinhas: “Trocar de casa”
Pinguins: “O bicho que virou bicha”
Garimpeiros:  “A sair do armário”

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta