Cultura

COMUR recebe mais uma Visita Encenada e Performativa com concerto de The Bossa Dream

O concelho da Murtosa vai regressar com as visitas guiadas pelo seu vasto património. Depois das visitas à Casa-Museu Custódio Prato, no Bunheiro e ao COMUR – Museu Municipal da Murtosa, a iniciativa “Visitas Encenadas e Performativas a Espaços Museológicos” vai dar a conhecer, mais uma vez, este último notável espaço, no próximo dia 15 de outubro.

Ligado intimamente à região, este espaço é dedicado à história de uma comunidade e à Fábrica de Conservas da Murtosa, no qual é possível perceber todo o desenvolvimento do processo conserveiro e as suas diferentes fases. Dotado de uma museografia contemporânea, que alia design, conteúdos de qualidade e interatividade, o Museu distingue-se pela sua capacidade pedagógica de envolver os diversos públicos na história de uma fábrica, dos seus trabalhadores e, no fundo, de toda uma comunidade.

As visitas guiadas serão dinamizadas pelo Rancho Folclórico “Os Camponeses da Beira-Ria” e decorrerão pelas 20h30 e 21h00. No final, será ainda possível assistir ao concerto da banda The Bossa Dream, que terá lugar às 21h30.

A participação está sujeita a inscrições prévias e limitadas, através do email [email protected], assim como ao cumprimento das determinações da DGS.

Estas passagens por locais de renome da região pretendem dar a conhecer espaços museológicos emblemáticos, através de visitas performativas que enquadram a identidade dos lugares e a sua profunda ligação ao território.

Sendo o AMO um projeto de ação contínua, serão realizadas várias outras atividades ligadas à cultura, indústria e natureza características da região, que irão decorrer ao longo do ano nos concelhos envolvidos.

O Projecto AMO

AMO – O MOTOR QUE NOS LIGA é um projeto de Programação Cultural em Rede liderado pelo Município de Albergaria-a-Velha, em parceria com os Municípios da Murtosa e de Oliveira do Bairro.

Este projeto pretende valorizar o vasto e valioso património cultural associado à indústria ancestral, enquanto elemento diferenciador e indutor de competitividade e coesão económica e social dos territórios envolvidos. Visa-se o aumento da atratividade das regiões e da sua dinamização económica, tornando-as destinos turísticos de excelência, por via da realização de eventos associados ao património, à cultura e à natureza, com elevado impacto em termos de captação de fluxos turísticos, bem como do desenvolvimento da programação em rede a nível intermunicipal.

Neste contexto, está prevista a dinamização de um conjunto de ações e atividades culturais, desde o teatro, à música e outras de caráter inovador, permitindo e fomentando a fruição e acesso universal à cultura por todos os cidadãos, de forma inclusiva.

A programação cultural centra-se num conceito de itinerância com eventos comuns aos concelhos de Albergaria-a-Velha, Murtosa e Oliveira do Bairro, envolvendo localmente as associações e outros agentes que devido à pandemia de COVID-19 viram a sua atividade bastante reduzida, criando oportunidades e alavancando o desenvolvimento económico e social dos territórios.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta