Covid-19

Das "Dunas" vê-se o futuro

O presidente da Câmara Municipal de Ovar, Salvador Malheiro, agradeceu a todos os que tornaram possível mais uma edição – a 13.ª – da revista Dunas, lançada na passada quinta-feira. 

"Eu próprio já colaborei com a revista, com um artigo sobre o tema "Ovar Rumo à Sustentabilidade". "Daquele tipo de ideias que, se calhar, chegou a hora de serem postas em prática". 

o Edil elogiou o trabalho de António França, pois a Revista Dunas distingue-se por ter uma marca de "qualidade excepcional", fazendo jus ao património invejável do nosso concelho.

Neste particular, Salvador Malheiro sublinhou o potencial industrial, com destaque para a tanoaria e a cordoaria.

"Temos orgulho do nosso passado a partir do qual lançamos a nossa visão de futuro", concluiu.

Convidado para a apresentação da obra, António Marques da Silva, director do Museu do Papel de Paços de Brandão, que distinguiu a "Dunas" daquelas revistas que têm "um design muito bonito, mas pouco interesse possuem, ao contrário desta que têm um grande interesse".

"Os temas que estão retratados no seu interior, devem ser repercutidos no futuro, pois a cultura é o pilar que nos diferencia, identifica e nos une", resumiu.

A sessão de lançamento teve lugar no Museu Júlio Dinis – Uma Casa Ovarense, numa cerimónia que evocou, ainda, os 174 anos do nascimento de Júlio Dinis com apontamentos de leitura encenada pelo Núcleo Juvenil da Contacto, de textos da obra do autor, numa seleção do escritor Carlos Granja.

(Fotos: Manuel Vitoriano)

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo