Covid-19

“Em Ovar, a cerca sanitária foi bem feita” – Rui Moreira

Rui Moreira, presidente da câmara do Porto, em entrevista ao semanário Nascer do Sol, explica porque não houve cerca sanitária no Porto. Lembra que foi à hora do almoço que Graça Freitas fez a conferência e que tinha ido com a mulher ao supermercado. “De repente comecei a ver muita gente a chegar ao supermercado. E não percebi. Achei que aquilo era um afluxo anormal. Mas lá paguei a minha conta, fui para casa. E liga-me um conselheiro de Estado, António Lobo Xavier, a dizer mais ou menos isto: ‘Ó Rui, vocês vão fazer uma cerca sanitária no Porto’. Nós? Não, não sei de nada”.

“Eu não sabia o que se tinha passado”, diz Rui Moreira, ao Nascer do Sol, e por isso reagiu dizendo “à senhora diretora-geral de Saúde que se algum dia pensar fazer uma cerca sanitária – como foi feita em Ovar e muito bem a meu ver, e nos Açores, em Rabo de Peixe – isso deve ser pensado, ponderado, deve ser avaliado. E depois, falando com as autoridades locais, porque, para todo o efeito, estou à frente da Protecção Civil da cidade do Porto”. “Parece-me um desrespeito pelo poder autárquico, e foi por isso que reagi”, recorda Rui Moreira.

As mortes com Covid-19 que aconteceram nos lares são “uma tragédia mal contada – uma tragédia com foros de escândalo”, defende Rui Moreira, na mesma entrevista.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta