Desporto

Futebol: O dia em que Miguel Bruno se lesionou na cama

Tudo aconteceu estava Miguel Bruno ao serviço da selecção de sub-18, na Albânia. “Estávamos no meu quarto a jogar às cartas, cerca de meia equipa, cabia lá tudo e mais alguma coisa”.

Entre cartas e brincadeiras, conta o jogador natural de Arada, Ovar, “o Luís Miguel, como era mau perdedor, no final de um jogo atirou-se a mim como um maluco e eu, ao tentar defender-me, fugi de cima da cama para que ele não me apanhasse”. Ficou com metade do corpo em cima da cama e as pernas fora.

“O Luís apanhou-me e pôs-se a saltar em cima de mim e eu a bater com a canela numa tábua da cama”. Desesperado de dores, dizia-lhe “Miguel, pára, pára, por favor!” e ele, na brincadeira, continuou. “Bem, quando olho para a minha canela já tinha um edema que parecia uma bola de ténis! Lá fui eu pedir gelo para logo desinflamar e tentar ficar bem, pois o jogo era no dia seguinte”. (Ler artigo in Relato)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta