LocalPrimeira Vista

Mar do Furadouro volta a galgar protecções

[themoneytizer id=”16574-1″]

A previsão apontava para o agravamento do estado do mar e não foi preciso esperar muito para ver a água salgada a galgar as protecções e a correr pela via pública a sul da praia, logo após as 22 horas de ontem.

A previsão meteo-oceanográfica, com base nos dados fornecidos pelo IPMA (Instituto Português do Mar e da Atmosfera), alertava  para um agravamento da agitação marítima, a partir das 15 horas de sábado, que se vão prolongar até às 06 horas da madrugada de segunda-feira, “com ondas de noroeste com 5 a 6 metros, podendo a altura máxima atingir os 10 metros”.

Na praia do Furadouro nem é preciso as ondas serem muito altas, pois o mar invade a estrada frequentemente, sem que as medidas mitigadoras tenham efeitos práticos.

Nada parece resultar na costa vareira para impedir o avanço do mar. Pelo contrário, dizem alguns moradores, “pois desde que andaram a colocar ‘pés de galinha’ na defesa do esporão central da praia de Espinho que se sabia que íamos ser nós a pagar a factura”.

Ponto da situação do Projecto dos Quebra-Mares destacados previstos para o Furadouro está aqui

(Foto: FB Henrique Oliveira)

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo