Covid-19

Nem S. Pedro conseguiu estragar uma folia destas

A incerteza reinou até à hora do início do desfile. Mas por volta das 14 horas, e enquanto as notícias davam conta do cancelamento de diversos corsos pelo país devido ao mau tempo, em Ovar aproveitou-se uma trégua de S. Pedro e o corso aconteceu.
 
Este ano, houve alteração na ordem do desfile com os últimos a serem os primeiros e os Kan-kans, a escola de samba mais carioca do Carnaval de Ovar a abrir com a Folia no Paraíso. Os Pierrot's foram "À rasquinha nas Trincheiras", e os Bailarinos apresentaram um Lado Negro que nunca lhes tínhamos visto antes.

A chuva miudinha começou a abençoar o corso e os guarda-chuvas abriram-se para ver os Hippies que estavam como pintos atacados por tomates com "Bonito, bonito", e as Joanas do Arco da Velha mataram saudades com o tema "Quem sabe, sabe… conhece bem…", e as Carrucas, cavalgaram, "A galope, chalala… sem parar chalala".

Deu vontade de comer porque estava bem doce o enredo da Costa da Prata, e os Condores chegaram com "Hakuna", logo seguidos das Palhacinhas a festejar 50 Voltas. Os Pinguins quase que naufragaram nas águas de Março, mas no fim salvaram-se todos e até os Garimpeiros se safaram ou não fossem os "Machos da Vila!"

A Charanguinha aqueceu a assistência "De pandeiro na mão e de pé no chão, logo seguida das raízes índias das Melindrosas e da tradição Hindu dos Catitas e dos nórdicos vickings dos Vampiros.

Lenhadores, os Pindéricus apareceram com o "Pau bái txi pêgá" e os Xaxas nem precisaram de se aplicar para apagar os fogos dos "43 é a nossa vez".

A Juventude Vareira homenageou os 40 anos da Revolução dos Cravos e a ovelha Choné apareceu pela mão dos Zuzucas, e atrás a brincar, os Marroquinos deram vida à Operação Brinquedo. No Circu(lando) há 35 anos, as Barulhentas fizeram a festa, os escuteiros dos Marados também não faltaram e os Não Precisa fecharam da melhor forma com os "Cavaleiros da Ordem do Tacho".

O tempo não ajudou, mas quando a folia vareira quer sair à rua não há nuvem negra que impeça. Isso ficou hoje provado. Terça-feira há mais. (Fotos de Hugo Monteiro – Veja aqui a nossa Galeria de fotos do Corso de Domingo)

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo