LocalSlider

E o Orçamento Participativo vai para o Furadouro e Válega

As propostas de “Requalificação do Centro de Promoção Social do Furadouro” e “WC´S/acessibilidades nos locais públicos no Parque N. Sra. Entreáguas e N. Sra. do Cruzeiro da Virgem e inclusão de um Parque Infantil em Válega” foram os vencedores da edição deste ano do Orçamento Participativo de Ovar 2018.

O primeiro projecto, da autoria do Centro de Promoção Social do Furadouro, propõe a requalificação do recreio infantil, do berçário e do parque desportivo, dotando-o de melhores condições para as crianças.
Filipe Renato Ferreira, autor da proposta referente a Válega, explica que “são obras que irão com toda a certeza beneficiar não só a freguesia de Válega, que é há muito merecedora delas, mas também todos os quanto visitam a freguesia e escolhem Válega para usufruírem de tempos de lazer e convívio”.

A Câmara Municipal de Ovar anunciou que estes foram os projectos mais votados da 4.ª edição do Orçamento Participativo de Ovar, tendo reunido, respectivamente, 3.462 e 3.028 votos.

De acordo com o Relatório de Apuramento Geral dos Resultados do OP Ovar 2017/18 foram contabilizados 11.359 participantes, dos quais 688 online e 10.671, em formulário impresso. Considerando que, de acordo com o regulamento em vigor, o processo é aberto apenas aos cidadãos validamente recenseados no Município de Ovar (sendo necessário e obrigatório o nome completo, a data de nascimento e o número de BI/CC), foram validados 7537 participantes, o que corresponde a 22611 votos válidos.

Salvador Malheiro, presidente da Câmara Municipal de Ovar, mostrou-se satisfeito com a adesão da população do concelho de Ovar, adiantando que, “de ano para ano a mobilização das pessoas em torno de projectos de interesse comum é cada vez maior”. Nas últimas três edições – regidas pelo mesmo Regulamento – “passamos de 3.935 participantes, em 2.015, para 5.763 participantes em 2016 e, nesta edição, contabilizamos 11.359 participantes, o que é um número revelador e expressivo, que nos dá motivação para continuar e prosseguir com este projecto, que permite a participação directa dos munícipes nas opções de investimento do concelho”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta