Política

PCP visitou obra de requalificação da Praça dos Combatentes do Ultramar

Alertados pelas queixas de diversos feirantes e comerciantes locais que dão conta do prolongamento excessivo do prazo dos trabalhos de requalificação da Praça dos Combatentes do Ultramar, em Esmoriz, militantes do PCP visitaram o local de forma a poder conhecer melhor a obra. 

Do que viu, o PCP diz que os arruamentos não têm definidas claramente as fronteiras entre a circulação pedonal e rodoviária, “permitindo o acesso de viaturas a zonas que deveriam estar exclusivamente destinadas à circulação de pessoas, nomeadamente em dias de mercado. Quanto a acessibilidades, a intervenção parece estar a promover barreiras arquitectónicas num dos principais edifícios comerciais desta área, a Norte do hotel, “particularmente gravosos para pessoas com limitações motoras”, alerta. No que respeita à segurança, a norte da praça, “esta obra criou ressaltos sem protecção, com altura suficiente para pôr em risco a integridade física dos transeuntes”. Por outro lado, questionam se “esta praça estará adaptada à fixação das coberturas dos feirantes”.

O PCP alerta ainda que os painéis informativos não informam sobre a data de início da obra, como estipula a Lei, pelo que não consegue “aferir se a realização da empreitada está a decorrer em tempo útil”.
Finalmente, sendo o prazo de execução da empreitada a principal fonte de preocupação dos feirantes e comerciantes locais, ao PCP interessa saber qual “a data efectiva de início da obra e, sobretudo, qual a data de conclusão prevista”. “É importante saber se a Câmara Municipal de Ovar tem a noção dos prejuízos que o prolongamento desta obra causou aos feirantes e a toda a sua periferia comercial, e se tem ainda um plano de contingência para ressarcir os lesados por esta situação”.

A adjudicação da empreitada do projecto de Requalificação da Praça dos Combatentes do Ultramar, em Esmoriz, pelo valor de 338.252,39 euros, foi aprovada pela Câmara Municipal de Ovar, na sua reunião de 2 de Outubro de 2014, à entidade Construlordelo – Construções Unipessoal Lda.
A obra pretendia “reformular a Rua e a Praça dos Combatentes do Ultramar (envolvente ao Mercado de Esmoriz), bem como a Rua dos Bombeiros e a Rua Professor Lopes Araújo, ao nível dos revestimentos dos pavimentos e ao nível da organização dos espaços, conferindo a esta zona melhor funcionalidade, mobilidade e circulação.”

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo