Cultura

25.º AVANCA Film Festival: Estão a chegar os “dias dos filmes”

O festival internacional iniciou, este sábado, as celebrações da sua 25.ª edição, com o espectáculo “Piratas e Sereias, Ostras e Baleias”. Este filme-concerto da Space Ensemble, uma banda bem conhecida do festival Avanca, levou o público do cine-teatro de Estarreja a uma viagem pelas profundezas dos oceanos, embalada na magia do cinema de animação.

Musicado em tempo real e ao vivo por inúmeros instrumentos e coisas absurdas, desde os instrumentos mais clássicos (piano, harpa, saxofone, marimba), aos mais modernos e futuristas (AirFx, theremin, modulares e sequenciadores), juntando a tudo isso uma panóplia de objetos, brinquedos e utilitários que permitem, com muita magia e imaginação, criar os efeitos especiais sonoros que proporcionam uma vivência única das animações. Um espetáculo para ver em família.

Um festival que se tem reinventado

Quando se chega aos 25 anos, procura-se “encontrar mais um degrau para se crescer, esse é o grande objetivo e também assim foi desenhado o Avanca 2021, que tem algumas coisas muito particulares”, salienta o director do Cine-Clube de Avanca, António Costa Valente.

Para 24 anos de festival, “vamos ter 24 estreias mundiais, ou seja, há 24 filmes que vão ser exibidos pela primeira vez neste festival, algo que nos apraz. O festival vai ter 101 filmes em exibição, também com estreias em Portugal”. Nesta edição, será exibida “uma coleção de filmes que são o reflexo das 24 edições anteriores, uma retrospetiva de todos estes anos, do festival que começou em 1997”, com filmes de todo o mundo, incluindo de Portugal.

Com um histórico de inovações e a constante preocupação “com o que são os caminhos, suportes e narrativas que podem alterar o cinema”, Costa Valente deu como exemplo, a “primeira vez que um telemóvel teve um filme produzido no espaço europeu”. Foi precisamente em Avanca. “Um exemplo de muitos do que foram estas 24 edições e do que marca este festival.”

Os encontros internacionais irão acontecer este ano em vários espaços. Para além do Cine-Teatro de Estarreja, irão igualmente decorrer no Auditório Paroquial de Avanca, Cinema Vida de Ovar, e de novo em Drive In no centro da freguesia de Avanca. Em 2020, o festival foi pioneiro ao aliar a exibição ao ar livre com os espectadores dentro dos seus carros, projetando filmes de qualidade da competição oficial do festival.

Filmes inéditos em Portugal no grande ecrã a partir do dia 28

A partir do dia 28 de julho, pode acompanhar todas as competições que vão acontecer nas categorias de curtas e longas-metragens de ficção e animação; documentários; vídeo experimental; filmes em realidade virtual 360°, narrativos ou experimentais, mas sem interatividade; videoclipes e trailers; assim como obras produzidas ou filmadas na região, que integram a “Competição AVANCA”.

Competição AVANCA: 14 filmes produzidos na região

Costa Valente destaca a “Competição AVANCA”, este ano com “14 filmes que foram produzidos aqui, o que é particularmente emblemático e que significa que é resultado de uma escolha, é sequência dos últimos anos, em que tem havido produção efetiva e eficaz, que envolve filmes de ficção, animação, documentários e de carácter experimental.”

O Avanca Pitch Session começou o ano passado e vai acontecer de novo no Cine-Teatro de Estarreja, com a apresentação de 15 projetos de filmes que poderão estar presentes nas futuras edições do Avanca.

 “Capacidade, resiliência e vontade de fazermos um grande festival, que tal como a terra também é grande” têm sido os ingredientes destes 24 anos de festival constituído por uma “equipa que se tem construído e reforçado ao longo dos anos”, concluiu o mentor do evento.

Durante os dias do Avanca Film Festival, todas as exibições irão decorrer na salvaguarda das medidas de segurança que a presente pandemia obriga e com base nas orientações e recomendações da DGS e do Governo.

O AVANCA é uma organização do Cine-Clube de Avanca e do Município de Estarreja e vem acontecendo em cada ano com o apoio do ICA / Ministério da Cultura, do IPDJ, da Junta de Freguesia de Avanca, do Agrupamento Escolar de Estarreja, da Escola Egas Moniz, da Paróquia e das associações de Avanca, contando ainda com o apoio de várias universidades e escolas de ensino superior do país, empresas e outras instituições da região.

O certame também passa por Ovar com exibição de filmes a concurso no Cinema VIDA Ovar.

25.º AVANCA – Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia
www.avanca.com
Tempo de competições – Programa
28 de julho a 1 de agosto

Quarta-feira dia 28 de julho
Cinema Vida, Ovar
16h00 – Uma Vida Sublime – Luís Diogo (Portugal) R25

Quinta-feira dia 29 de julho
Cinema Vida, Ovar
16h00 – Instituição – Guilherme Pinto (Portugal) V
Tunable Mimoid – Vladimir Todorovic, Brian O’Reilly (Austrália) V
DENNIS – Andrey Novoselov – (Ucrânia) V
Audenie – Taokan Xu (Alemanha) V
Red Horizon – Monica de Miranda (Portugal, Angola) V
23 ST NYC – Fernando Ekman Simões (Brasil) V
O rapto da Europa – Rui Filipe Torres (Portugal) V
Oásis – Ana Carolina Ferrão, João Duarte, Pedro Milheirão (Portugal) V
Clausura – António Augusto Brito (Portugal) V
18h15 – Avarya – Gokalp Gonen (Turquia) PTK
Dancing Girls – Zeynep Köprülü (Turquia) PTK
You are on earth. There is no cure for that – Umut Beşkırma (Turquia) PTK
21h15 – Li Tong – Nian Liu (China) R25

Sexta-feira dia 30 de julho
Cinema Vida, Ovar
16h00 – Handwritten – Lui Avallos (Portugal) VR
Kinshasa Now – Marc-Henri Wajnberg (Bélgica) VR
Cine Metro – Eduardo Calvet (Brasil) VR
Lily’s day – Sina Dolati (Canadá) VR
Cubanía – Between Berlin and Havana – Sharon Ryba-Kahn (Alemanha) VR
Hominidae – Brian Andrews (EUA) VR
18h15 – Seedling – Marco Bitonti (Suiça) PIT
Iddhu – Luigi Pironac (Itália) PIT
La Cacciata del Malvento – Donato Canosa (Itália) PIT
21h15 – Eastalgia – Daria Onyshchenko (Ucrânia, Alemanha, Bélgica) R25

Sábado dia 31 de julho
Cinema Vida, Ovar
16h00 – Good Girl – Merja Maijanen (Estónia, Finlândia, Itália, Portugal) PFR
Entracte – Anthony Lemaître (França) PFR
# Só vai – Capucine Boutte, Emmanuel Saunier (França) PFR
18h15 – Naturalmente – Marco Neiva (Portugal) PAC
Os enigmas do Cabeço da Mina – Rui Pedro Lamy (Portugal) PAC
Na Cabeça de uma Mulher está a História de uma Aldeia – Joana Morais (Portugal)
PAC
Joining the dots – Pablo Romero-Fresco (Reino Unido) PAC
Pip – Bruno Simões (EUA) PAC
21h15 – O beijo – Pedro Baptista (Portugal) R25
Conto do Vento- Cláudio Jordão, Nelson Martins (Portugal) R25
La Tierra del Passado – Rui Falcão (Portugal) R25

Domingo dia 1 de agosto
Cinema Vida, Ovar
16h00 – A rapariga do cais – Carlos Silveira (Portugal) AV
Now (Post Mortem) – Fernando José Pereira (Portugal) S
Génesis 22 – Edgar Feldman (Portugal) S

18h15 – Transições – Duarte Marques (Portugal) 30
Missing – Lia Fernandes, Beatriz Gonçalves, Maria Almeida, Marco Neves (Portugal) 30
As Misteriosas Explorações Geográficas de Jasper Morello:
o regresso do Dr. Clause Belcon – Maria Silva (Portugal) 30
Por um punhado de trocos – Chico Noras (Portugal) 30
FIRAR – João Mestre, João Tomaz (Portugal) 30
Instituição – Guilherme Pinto (Portugal) 30

21h15 – Mirage – Svetozar Ristovski (Macedónia) R25

LEGENDA
30 – Realizadores com menos de 30 anos
AV – Competição Avanca
C – Cinema
CA – Cinema de animação
PAC – Panorama cinema acessível
PFR – Panorama França
PIT – Panorama Itália
PTK – Panorama Turquia
R25 – Retrospetiva edição 25
S – Senior
TV – Televisão (documentários)
V – Vídeo (experimental)
VR – Vídeo 360o

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo