Covid-19LocalPrimeira Vista

Caixas Solidárias: Leve o que precisar, deixe o que quiser

Felizmente que são várias as iniciativas solidárias da comunidade, não só para combater a solidão como para ajudar as pessoas com mais carências, numa altura em que o mundo luta contra a pandemia da Covid-19 e a crise económica se alastra.

Estas caixas servem para que cada um de nós possa levar o que mais precisa e deixar o que quiser para alguém que também precise.

Em Ovar, pode encontrar uma caixa solidária na Rua Gomes Freire, junto à entrada principal do mercado municipal e junto à paragem de autocarro. No Furadouro, há uma caixa na Av. Bombeiros Voluntários do Porto, em frente à Farmacia Lopes, na Avenida Central.

Eduarda Rosa é mentora destas caixas e mesmo com alguns contratempos – já foram roubadas mais do que uma vez, ela não desiste e substitui-as por outras.

Num destes dias, enquanto estava a higienizar uma caixa, “chegou uma senhora que, com olhar envergonhado, perguntou se podia levar alguma coisa. Claro que disse que sim, dei-lhe sacos e já mais à vontade acabou por levar tudo”.

Ela apela à solidariedade: “Um pacote de arroz ou massa, umas salsichas, tenho a certeza que terão algo aí em casa que podem dar”.

Ana Gomes é quem gere as caixas solidárias de Esmoriz. Uma delas encontra-se junto à rotunda do Barco e outra está perto da Junta de Freguesia de Esmoriz.

“O objectivo da Caixa Solidária Esmoriz é ser um ponto que disponibiliza bens alimentares ou de higiene pessoal a quem mais precisa”, explica.

A ideia é, pois, simples: deixar bens essenciais em plena rua, numa caixa, para ajudar quem mais precisa. Colabore.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo