Covid-19

Escolas podem ter de antecipar as férias do Natal

Tal como sucede no resto do país, o concelho de Ovar também tem alunos, professores e auxiliares infectados e em quarentena em várias escolas devido ao covid-19. A situação colocou a possibilidade de as escolas encerrarem mais cedo este ano em cima da mesa do Governo. A Associação Nacional de Directores de Agrupamentos e Escolas Públicas defende que, a haver antecipação das férias de Natal, as instituições de ensino devem ser informadas o mais prontamente possível, visto o encerramento precoce obrigar a uma alteração dos planos.

No Fórum TSF, Filinto Lima, da Associação Nacional de Directores de Agrupamentos e Escolas Públicas, fez um balanço positivo do primeiro período escolar, e pediu ao Governo que agilizasse os avisos, caso as escolas fechem uma semana mais cedo, até porque “terá de haver uma replanificação do trabalho do professor, sobretudo nas últimas semanas de dezembro”.

Uma decisão do Executivo nesse sentido também implicaria “reagendar as reuniões de avaliação que já foram aprovadas, as reuniões que nós fazemos no final de cada período para dar as notas aos nossos alunos”, refere o representante do colectivo de agrupamentos e escolas públicas.

Além disso, “os pais terão de saber que os filhos irão para casa uma semana antes do previsto”, argumenta Filinto Lima, que frisa: “Isto a ser verdade, a concretizar-se… Era importante que o Ministério da Educação fizesse chegar às suas escolas o conhecimento desta sua pretensão.”

Artigos relacionados

Deixe uma resposta