CulturaSlider

Jovens em Itália pelo cineclube de Avanca

15 jovens com idades entre 18 e 24 anos chegaram de San Gregorio Magno no sul de Itália, onde participaram num intercâmbio associativo com grupos de jovens de Itália e Lituânia.

Integrando o projeto “Tão longe e tão perto”, com o apoio do programa ERASMUS Plus, jovens da Universidade de Vilnius e do Grupo folclórico local, juntaram-se aos jovens videastas de Avanca e percorreram a região. Desde as grutas de Angelo di Pertosa-Auletta, à arqueologia de Paestum e Buccino, os jovens dos três países participaram em inúmeras atividades, que serão a base de um vídeo criativo que agora começa a ser montado no estúdio de pós-produção do Cine-Clube de Avanca.

Tendo também visitado Roma e Pompeia, os jovens puderam ainda provar leite de burra, numa quinta de San Gregorio Magno. Recebidos calorosamente, as trocas culturais permitiram um clima de aprendizagem mútua e de conhecimento relacional e multicultural.

O grupo de jovens da Letónia representavam o Coro da Universidade de Vilnius “Ave Vita” tendo realizado uma bem concorrida serenata na Igreja Matriz da cidade.
Numa outra noite, foram os filmes produzidos em Avanca que invadiram as paredes da cidade. Ali foram projetados os filmes de animação “Foi o fio” de Patrícia Figueiredo, “A minha casinha” de Maria Raquel Atalaia, “A ria, a água, o homem…” de Manuel Matos Barbosa e “Conto do Vento” de Cláudio Jordão e Nelson Martins.

No grupo de jovens de Avanca integravam vários voluntários que anualmente organizam em julho o “AVANCA – Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia”, que este ano vai acontecer pela 21ª vez. Alguns dos jovens escolhidos para este intercâmbio, participaram anteriormente em atividades de voluntariado na associação, tendo integrado algumas das equipas que em Avanca produzem diferentes projetos de produção cinematográfica.

O Grupo Folclórico Gregoriano de Francesco Tortoriello, na qualidade de anfitrião, dirigidos por Luigi Criscio, permitiu o melhor contacto com esta cidade da província de Salerno.
San Gregorio Magno, tendo sido o epicentro de um forte e dramático terramoto que em 1980 destruiu grande parte da cidade, procura agora encontrar na cultura, uma nova marca caracterizadora da cidade.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo