DesportoSlider

Maria Conceição desistiu da travessia do Canal da Mancha a nado (c/vídeo)

Quando já estava há sete horas a nadar no Canal da Mancha, a portuguesa Maria Conceição foi obrigada a desistir.

Segundo informa a sua fundação no Twitter, a força da corrente marítima ditou o fim do desafio que Maria abraçara para angariar dinheiro para a educação de 172 crianças em Dhaka, no Bangladesh.

Maria Conceição, criada em Avanca, aprendeu a nadar no ano passado para que, caso as condições o permitissem, realizar a travessia em prol do acesso à educação. O percurso a nado entre a Grã-Bretanha e o norte de França é um dos mais difíceis do mundo: são 32 quilómetros em água a 15ºC.

Esta foi a segunda vez que a portuguesa se propôs a completar o desafio, pois o mau tempo tinha provocado o adiamento da primeira tentativa.

Até ao momento, 76 pessoas já apoiaram a causa de Maria. A fundação já conseguir quase seis mil libras (cerca de sete mil euros) das 40 mil libras (quase 47 mil euros) que apontou como meta.

Recorde-se que Maria Conceição foi a primeira mulher portuguesa a subir o Evereste e detém três recordes mundiais de corrida.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta