Local

Software de análise de intervenções costeiras aplicado a nível nacional

O COAST, software integrado de análise custo-benefício de intervenções costeiras desenvolvido na Universidade de Aveiro (UA), vai ser aplicado a três trechos da costa portuguesa de alta vulnerabilidade à erosão. A aplicação do software decorre no âmbito do projeto COAST4US, financiado pelos EEA Grants Portugal, ao abrigo do programa Crescimento Azul. A 25 de maio, o projeto será apresentado numa sessão online.

O projeto COAST4US é o mais recente projeto na área da proteção costeira. O projeto propõe a aplicação do COAST, uma solução inovadora de análise de custo-benefício de intervenções costeiras em vários locais do território nacional, realizando a sua prova final de conceito com dados reais. Este desafio permitirá ajudar estes territórios fragilizados pela erosão costeira, discutindo e simulando diferentes cenários e soluções de mitigação.

De forma prática, este projeto propõe a análise de custo-benefício de diversas hipóteses de intervenção para a mitigação da erosão costeira em três locais da costa oeste portuguesa. Os trechos selecionados são: Municípios de Aveiro, Ílhavo e Vagos (de São Jacinto à Gafanha da Boa Hora); Município da Figueira da Foz (do Cabo Mondego à praia da Cova Gala); Município de Almada (da Cova do Vapor à Praia da Cornélia).

O COAST4US arrancou no início deste ano, prolonga-se por dois anos e, neste momento, está em fase de recolha de informação para calibração do modelo à realidade de cada local. Os responsáveis do projeto planeiam ter uma forte componente social durante o desenrolar do projeto, promovendo o diálogo entidades responsáveis pela gestão do litoral de cada local, negócios e outras atividades locais e também dos seus habitantes. É objetivo que esta cooperação contribua para a simulação de cenários adequados à situação de cada local.

Sessão com Luísa Schmidt, Celso Pinto e Salvador Malheiro

O projeto COAST4US, aprovado no âmbito do 1º Aviso – Desenvolvimento de Negócios, Inovação e PMEs do programa Crescimento Azul, é financiado pelos EEA Grants. O COAST4US conta com o apoio da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), e é promovido pela empresa R5 Consulting Engineers, em parceria com a UA e a R5 Marine Solutions. A APA colaborou na identificação dos locais de estudo para este estudo à escala nacional, e que colaborará na definição de possíveis cenários de intervenção.

Com a execução do trabalho proposto, os responsáveis do projeto esperam que o COAST atinja a sua fase final de maturidade a nível de produto (TRL 9), através da sua aplicação ao território nacional, e que se afirme como ferramenta de referência para as análises de custo-benefício de intervenções costeiras”. Se por um lado, a UA, através do Departamento de Engenharia Civil (e da sua Unidade de Investigação, RISCO), assume a responsabilidade da simulação do comportamento físico de cada local nas condições atuais e em cada cenário de intervenção, a R5 Marine Solutions dedica-se a aferir o valor económico do território, assim como o custo de intervir, em cada cenário. A R5 Consulting Engineers é a responsável pela gestão e divulgação do projeto.

A apresentação oficial do COAST4US decorrerá no dia 25 de maio pelas 17h30, num formato exclusivamente online. Nesta sessão, além de se dar a conhecer o projeto, pretende-se discutir a importância das zonas costeiras na sociedade e os desafios da sua gestão, destacando o potencial de uma gestão preventiva. Para abordar estes temas, a sessão contará com a participação de vários oradores entre os quais Luísa Schmidt (Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa), Celso Pinto (Agência Portuguesa do Ambiente) e Salvador Malheiro (Câmara Municipal de Ovar). A inscrição é gratuita e pode ser feita aqui.

Para saber mais sobre o projeto, visite https://coast4us.pt .

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo