LocalPrimeira Vista

Uma hora às escuras e substituição de 398 luminárias no concelho

 

A Câmara Municipal de Ovar vai associar-se à Hora do Planeta 2017, uma iniciativa da WWF – World Wide Fund For Nature, que visa a luta mundial contra as alterações climáticas, através da sensibilização para a redução dos consumos de energia e emissão de gases com efeito de estufa, e vai desligar as luzes de alguns equipamentos municipais e espaços durante uma hora, no dia 25 de março, das 20h30 às 21h30.

A adesão da autarquia vareira a esta iniciativa é concretizada através da assinatura de uma declaração de compromisso e, durante uma hora, são desligadas as luzes do Paços do Concelho, Praça da República e Chafariz do Neptuno, Biblioteca Municipal de Ovar, Museu Júlio Dinis, Espaço Empreendedor e Parque da Cidade de Ovar. A Câmara Municipal de Ovar assume ainda a implementação de uma medida de sustentabilidade para o 2017, que este ano se consubstancia na substituição de 398 luminárias tradicionais de Vapor de Sódio por Luminárias de Tecnologia Led, reduzindo os consumos e emissões de CO2 em 50%.

Recorde-se que, a Hora do Planeta começou em 2007 em Sidney, na Austrália, quando 2,2 milhões de pessoas e mais de 2.000 empresas apagaram as luzes por uma hora numa tomada de posição contra as mudanças climáticas. Um ano depois a Hora do Planeta tornou-­se um movimento de sustentabilidade global com mais de 50 milhões de pessoas em 135 países a mostrarem o seu apoio a esta causa ao desligarem simbolicamente as suas luzes.
Em 2016, a Hora do Planeta chegou a 178 países e territórios, a mais de 9000 cidades e vilas. Marcos globais, como a Sydney Harbour Bridge, a Torre CN, em Toronto; a Ponte Golden Gate, em São Francisco; o Coliseu de Roma, entre muitos outros, ficaram às escuras como símbolos de esperança por uma causa que se tornava mais urgente a cada hora e em qualquer parte do mundo.

Para mais informações consulte: http://www.wwf.pt/

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo