DesportoPrimeira Vista

Voleibol: Esmoriz GC campeão nacional de iniciados

A equipa de iniciados masculinos do Esmoriz Ginásio Clube sagrou-se campeã nacional e campeã regional na época 2014-2015, chegando ao final das competições oficiais sem qualquer derrota, cenário que se repete – nos títulos e na invencibilidade – pelo segundo ano consecutivo.

A formação da Barrinha derrotou, no domingo, na final disputada em Esmoriz, por 3-2, a surpreendente Académica de São Mamede que registara um desempenho mediano nas fases regional e nacional do campeonato e chegou a esta fase num apuradíssimo momento de forma. Para atingir a grande final, os esmorizenses venceram, na sexta-feira, o CV Oeiras por 3-0 e, no sábado, o Leixões (numa autêntica final antecipada) por 3-1. A Académica de S. Mamede bateu o Benfica na jornada inaugural por 3-2 e a Ala de Gondomar por 3-2

No jogo para atribuição do 3º e 4º lugar, os matosinhenses triunfaram, por 3-2, diante da Ala de Gondomar. O Castelo da Maia derrotou o SL Benfica por 3-0 e classificou-se em quinto, enquanto o CV Oeiras conquistou a sétima posição ao triunfar diante dos açorianos Marienses, também por 3-0.

A equipa do Esmoriz, orientada por João Rocha e Rafael Gomes, concluiu a segunda época sem conhecer o travo amargo da derrota, somando 57 vitórias consecutivas. A última derrota em provas oficiais remonta à época 2012-2013. Competia no escalão de infantis, embora praticamente todos os seus atletas tivessem idade para competir no escalão inferior, de minis. Foi no dia 17 de Maio de 2013, frente à então toda-poderosa Académica de Espinho, no primeiro jogo da fase final do campeonato nacional de infantis, em que, surpreendentemente ou talvez não, se classificou em quinto lugar.

São atletas que gostam de trabalhar, que têm paixão pelo voleibol e que vivem o clube com grande fervor, ao ponto de terem constituído uma claque – Barrinha Force – para apoiar as equipas de outros escalões do Esmoriz nas fases finais disputadas na cidade. “Passaram tardes a pintar telas a preparar coreografias e cânticos, mobilizaram colegas das outras equipas e amigos e emprestaram uma animação dos jogos e das bancadas causando reconhecida admiração dos próprios adversários” – sublinha António Silva, presidente do Esmoriz Ginásio. (actualizada a 10/06/2015)

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo