Opinião

Doença de Crohn: O que fazer para proteger e tratar -LFS

Com o novo ano, todos podemos tentar modificar algumas coisas na nossa vida. Entre elas, a alimentação torna-se essencial, umas pessoas pelas patologias que foram adquirindo ao longo da vida, outras simplesmente para preservar o seu estado de saúde e evitar a aceleração do envelhecimento. Neste capítulo, quando mais cedo melhor!

Assim, para os que já padecem de doenças relacionadas com os intestinos e sabendo-se que o seu bom funcionamento é fundamental para a preservação de uma boa saúde, julgamos ser uma boa escolha para iniciar  ano, tomar mais cuidado com este centro de equilíbrio do nosso corpo.

Entre muitas outras coisas, o síndrome de má absorção, a obstipação, acumulação de gases que representam acumulação de toxinas no intestino, os excessos alimentares e o desequilíbrio da flora intestinal, são factores a ter em consideração, havendo ou não patologia instituída.

Que 2016 seja então um ano em que do ponto e vista alimentar possamos oferecer melhores nutrientes ao nosso organismo e sobretudo que cada um de nós faça a sua parte, promovendo um maior equilíbrio físico, mental e espiritual.

BOM 2016 PARA TODOS!
  Crohn

NUTRIÇÃO: Desintoxicação
Quem sofre da doença de Crohn, provavelmente foi exposto a quantidades tóxicas de hidratos de carbono refinados, gorduras e, possivelmente, alergias alimentares. Deve-se descansar o sistema fazendo um jejum de três dias à base de sumos. Deve-se beber uma grande variedade de sumos, caldos e chás de ervas e deve-se tentar incluir nestes sumos o sumo de repolho.

RECOMENDADO:

• Uma boa nutrição é importante para todos, mas as pessoas com a doença de Crohn devem ser especialmente cuidadosas com a alimentação. É melhor comprar ingredientes frescos (orgânicos, se possível) e prepará-los em casa.

• A deficiência proteica é comum nas pessoas com Crohn. Deve-se incorporar fontes de proteínas nas duas refeições por dia. Estas devem ser de qualidade como:
• Frango
• Leguminosas
• Perú
• Peixe orgânicos
• A soja também é uma opção, a não ser que haja sensibilidade à mesma.
• As sopas e os caldos feitos em casa são refeições líquidas e fáceis de digerir. Deve-se usar uma variedade de legumes e hortaliças frescos e fontes de proteínas de qualidade. Este factor é especialmente útil durante as crises.
• Os sumos são ideais para quem sofre com a doença de Crohn porque exigem pouco trabalho do aparelho digestivo e seus nutrientes são facilmente absorvidos. Deve-se beber sumo de legumes e hortaliças todos os dias. O sumo de repolho é especialmente eficaz em áreas ulceradas em cicatrização. Evitar sumos de frutas.
• Beber quefir ou, se não houver alergias a lacticínios, iogurte natural sem açúcar, todos os dias. Uma deficiência de bactérias intestinais benéficas é comum nos pacientes de Crohn. • Deve-se fazer da hidratação adequada uma prioridade. Beber pelo menos um copo de água a cada duas horas. Deve-se reabastecer a água perdida na diarreia, ajudando assim o intestino a regularizar-se.

EVITAR:

• Um estudo que examinou a alimentação de pessoas com a doença de Crohn e com colite ulcerosa descobriu que o risco de se contrair a doença era maior em pessoas que ingeriam muito açúcar. O mesmo estudo também verificou que o consumo de fast-food duas vezes por semana triplicava o risco da mesma doença.
• O consumo de hidratos de carbono refinados está intimamente associado à doença de Crohn.

ELIMINAR DA ALIMENTAÇÃO:

• Farinha de trigo
• Arroz branco
• Açúcar branco
• Quase todos os produtos embalados são preparados com pelo menos um dos ingredientes acima mencionados, por isso deve-se ler bem os rótulos.

• Os alimentos ricos em gordura saturada, hidrogenada ou parcialmente hidrogenada irritam o trato gastro-intestinal e pioram ainda mais a diarreia. Evitar comer carne vermelha, assim como qualquer alimento frito ou gorduroso.
• Muitas pessoas com a doença de Crohn têm alergias alimentares não detectadas; quando removem as substâncias alergénicas da alimentação, a doença muitas vezes desaparece completamente. Lacticínios e trigo são causas comuns de alergias nas pessoas com essa doença.

• Deve-se ter cuidado com alimentos ricos em fibras como farelo de trigo, já que são muito ásperos para pessoas com essa doença. Aumentar lentamente a quantidade desse tipo de alimento.
• Evitar bebidas alcoólicas, com cafeína, gaseificadas e alimentos apimentados. Embora não causem a doença de Crohn, esses produtos irritam o aparelho gastro-intestinal e podem piorar seus sintomas.
• Limitar o consumo de sumos de frutas, que costumam irritar o trato digestivo de pessoas com esta doença.

Luis Filipe Silva (Naturopata /Acupunctor)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta