Política

GOP’s e Orçamento têm taxa de execução de 74,34%

O relatório e contas de 2015 do Município de Ovar aprovados pelo executivo, na sua última reunião, apresentam uma taxa de execução de 74,34%, ou seja, um acréscimo de 33,62% comparativamente com o ano de 2014.

“É a maior taxa de execução orçamental dos últimos 10 anos”, congratulou-se Salvador Malheiro, presidente da Câmara Municipal. “Face aos dados apurados e que tornámos públicos, Ovar é exemplo no investimento e na concretização do plano de acção municipal definido para o mandato autárquico, aliado ao equilíbrio das contas públicas”, afirma ainda o autarca.

Para Domingos Silva, vereador da maioria social-democrata, “em 2015, conseguimos a maior taxa de execução orçamental dos últimos 10 anos e o investimento em infraestruturas representa 57% do valor orçado o que constitui a terceira maior taxa de realização orçamental dos últimos 10 anos”. “E ainda foi possível diminuir a dívida de médio e longo prazo”, argumenta Domingos Silva.

Estas contas, segundo o autarca, “reflectem a gestão rigorosa, devidamente planeada, que nos permite concretizar, apesar de muitas e constantes dificuldades, investimentos necessários e prioritários, mantendo o equilíbrio das contas municipais”. Domingos Silva refere que há a consciência “que ainda falta muito para fazer, mas continuamos a cumprir o nosso plano de acção municipal”, pois “queremos continuar a investir nas pessoas e na nossa terra”.

O executivo destaca ainda a “boa performance na angariação de receitas de capital em período em que o acesso a fundos do Portugal 2020 ainda não era possível”, um crescimento de 34% das despesas de capital, correspondendo a mais de 9,3 milhões de euros investidos pelo município, o “cumprimento escrupuloso da regra de ouro do equilíbrio financeiro” e a melhoria significativa dos ratios financeiros de médio e longo prazo.

As Grandes Opções do Plano (GOP’s) e Orçamento apresentados pelo Município vareiro revelam ainda a redução do Prazo Médio de Pagamento (com base nos critérios da DGAL) para apenas um dia e a disponibilização de um saldo de gerência para 2016 de 7 milhões de euros.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo